CARTAS

Monotrilho em Cumbica

Depois que o governo de São Paulo colocou em circulação, e com muito atraso, uma linha de trem do centro da Capital até o aeroporto de Cumbica, o governador João Doria, anuncia um acordo com a concessionária GRU Airport, que opera este aeroporto, para que construa até 2021, um monotrilho com extensão de 2,6 km (!) interligando com a atual linha do trem.

O objetivo é transportar gratuitamente os passageiros para todos os terminais, já que, atualmente, esta operação é feita de ônibus.

Esta importante obra, que deve colocar Cumbica entre os melhores serviços de aeroporto do mundo, deve custar R$ 175 milhões. E esse valor será abatido dos R$ 870 milhões de outorga, que a concessionária deve a União.

Ponto para o governo federal e para o governador João Doria que, exercendo o bom diálogo institucional, fecharam um acordo, em beneficio do bem comum. Afinal, 3,5 milhões de passageiros utilizam mensalmente o Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos.

Paulo Panossian

paulopanossian@hotmail.com

Divina festa

Mais uma vez, Mogi das Cruzes adota o vermelho e branco, do Divino Espírito Santo, como suas cores oficiais. A cidade volta a viver o clima de sua maior manifestação folclórico-religiosa que, após muitas marchas e contramarchas, passou a ser considerada como um importante evento pela Igreja Católica. É bom ver que o pastor maior da Igreja na cidade, o bispo dom Pedro Luiz Stringhini, encara a festa como deve ser encarada: a união de toda a comunidade em torno do Divino Espírito Santo, louvando-o cada qual a seu modo. Sou mogiana e tenho orgulho disso.

Diná Queiroz de Godói

Socorro, Mogi das Cruzes