Morre Leão, o primeiro funcionário do Hospital Santana | O Diário de Mogi
LEGADO

Morre Leão, o primeiro funcionário do Hospital Santana

Leão morreu aos 81 anos em decorrência de infarto. (Foto: Divulgação)
Leão morreu aos 81 anos
em decorrência de infarto. (Foto: Divulgação)

O corpo do auxiliar de manutenção José de Jesus Leão, 81 anos, primeiro funcionário do Hospital Santana, foi sepultado ontem, no Cemitério da Saudade, em Mogia. Ele morreu durante a madrugada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital, onde estava internado desde terça-feira, em decorrência de infarto.

Os colegas se despediram de Leão na Capela do Hospital Santana. Nascido em Barra Longa (MG), ele iniciou a construção da unidade hospitalar em 1º de abril de 1956. Em 14 de abril de 1957, Leão participava de um churrasco de confraternização pelo término das obras quando a equipe de médicos foi surpreendida por uma gestante e realizou o primeiro parto, marcando oficialmente o início das atividades do local.

Leão morou 30 anos nas dependências do hospital e tinha como maior orgulho sua trajetória histórica na unidade de saúde. Ele exibia com orgulho, nos últimos meses, um quadro com a reportagem publicada por O Diário, em julho do ano passado, na série Entrevista de Domingo.