Motorista e ajudante morrem após caminhão cair em ribanceira na Mogi-Bertioga | O Diário de Mogi
FATAL

Motorista e ajudante morrem após caminhão cair em ribanceira na Mogi-Bertioga

Caminhão caiu ribanceira de cerca de 100 metros na Mogi-Bertioga. (Foto: Eisner Soares)
Caminhão caiu ribanceira de cerca de 100 metros na Mogi-Bertioga. (Foto: Eisner Soares)

Dois homens morreram na manhã de ontem na Rodovia Mogi-Bertioga (SP-098), após o caminhão que estavam descer a ribanceira no quilômetro 83, no sentido litoral. A litorânea não precisou ser interditada, já que metros antes há uma área de refúgio, onde as viaturas estacionaram. Jorge Lucas da Silva, 32 anos, e José Carlos de Souza, 27, motorista e ajudante respectivamente, morreram na hora. De acordo com a Polícia Militar Rodoviária, é possível que o local estivesse sob neblina, mas a causa da ocorrência será investigada. O acidente aconteceu cerca de 500 metros antes do local em que 18 pessoas morreram na tragédia com o fretado dos estudantes de São Sebastião, em 8 de junho de 2016.

O Corpo de Bombeiros de Mogi das Cruzes ajudou a corporação no atendimento à ocorrência, que contou com o apoio de equipes do Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Durante boa parte do dia, eles procuravam por uma terceira vítima, porque a empresa havia informado sobre a possibilidade de haver uma terceira pessoa no caminhão, já que eles pegariam um chapa – ajudante de caminhão freelancer que geralmente aguarda na beira da estrada por caminhoneiros. No entanto, a hipótese foi descartada no final da tarde.

O tenente Fernando Montinho Leite participou da operação, que durou oito horas. “Apesar da distância para a pista, não foi muito difícil chegar ao local, a maior complicação foi tirar as vítimas das ferragens. Num primeiro momento, eles localizaram apenas o corpo do motorista, mas após revirar os escombros do caminhão, localizaram também o ajudante.

Leite alerta também que o trecho é bastante impactado pelas mudanças climáticas. “Nesta época do ano, faz muita neblina naquela região, então os motoristas têm que redobrar a atenção e tomar alguns cuidados, como diminuir a velocidade, manter distância de segurança com o veículo da frente e utilizar o farol baixo para melhorar a visão”, destacou.

O acidente de ontem aconteceu no trecho entre os cinco pontos de quedas de barreira registrados na rodovia desde fevereiro e que resultaram, da última vez, em 23 dias de interdição.