NO MOGILAR

Motorista embriagado bate o carro e mata passageiro, diz PM

DIÁRIO

O auxiliar administrativo Luiz Régis de Cerqueira Santos, de 21 anos, solteiro e morador no bairro do Mogi Moderno, continuava preso ontem na cadeia de Mogi. Na madrugada desta segunda-feira, ele foi capturado pela Polícia Militar por estar embriagado e chocar o seu Corsa em um poste, na avenida Prefeito Carlos Ferreira Lopes, no Mogilar, o que resultou na morte de um dos passageiros, identificado como o estudante Wederson Souza da Silva, de 20 anos, o qual não estaria utilizando o cinto de segurança.

Com o impacto, o corpo de Wederson foi lançado para a parte da frente do carro. No banco traseiro, além de Wederson, viajavam mais três pessoas, entre elas, o estudante Guilherme Vinicius de Souza, de 21 anos, Roberto Lima dos Santos, de 18 anos, que sofreu ferimentos, além de Bruno Maradei, de 22 anos. Este rapaz levou apenas um susto e pode contar na delegacia como tudo aconteceu.

Já Ana Júlia Cardoso da Silva, de 18 anos, que viajava no banco dianteiro, foi também levada para o Hospital Luzia e Pinho Melo em estado grave.

Luiz Régis se negou a ser submetido ao exame de dosagem alcoólica e nem permitiu a extração do seu sangue para verificar se havia bebido. Ele apenas admitiu que consumiu bebidas alcoólicas. O delegado Daniel Miragaia o mandou para a prisão por homicídio culposo (sem intenção), embriaguez ao volante e ele ainda será processado três vezes por lesão corporal por causa dos colegas feridos no acidente


Deixe seu comentário