INFORMAÇÃO

Mudanças de partidos já começam a ser discutidas

Políticos demonstram preocupação com as eleições de 2020

Passadas as eleições de outubro e com a proximidade dos dois últimos dois anos do atual mandato de prefeito e vereadores, as atenções dos políticos se voltam para as acomodações partidárias que deverão acontecer antes que restrições eleitorais tornem as mudanças mais difíceis ou impossíveis. Com o grupo situacionista dividido entre o prefeito Marcus Melo (PSDB) e o deputado federal eleito Marco Bertaiolli (PSD), entre os vereadores, na sessão de terça-feira passada, já se falava abertamente sobre virtuais mudanças de agremiações. Sinal de que o troca-troca partidário poderá começar muito mais cedo do que poderiam imaginar os observadores da cena política local. Vereadores mais experientes miram-se em exemplos recentes, como o caso do deputado Gondim Teixeira, que praticamente perdeu a eleição por haver sido empurrado para fora do Solidariedade e optado por ingressar no PTB de Campos Machado. Se tivesse permanecido em seu antigo partido ou procurado uma agremiação menos influente, talvez conseguisse se manter na Assembleia além do atual mandato. Alguns vereadores, entre eles os que ainda sonham com uma eleição para prefeito de Mogi das Cruzes, já começam a avaliar as legendas que mais se adequem a seus planos. E enquanto não decidem para onde poderão seguir, aproveitam para analisar dois pontos fundamentais da política local: como ficará a administração de Marcus Melo nesse início de ocaso de seu governo; e como será a atuação de Marco Bertaiolli como deputado federal. Se Melo conseguir deslanchar seu mandato nos dois anos derradeiros, entra com força na disputa pela reeleição. E há quem diga que se Bertaiolli, porventura, não conseguir a projeção que espera junto à Câmara Federal, irá se tornar um potencial candidato a prefeito de Mogi, em 2020. Há essas e outras variáveis a serem analisadas por aqueles que pretendem ingressar na disputa pela Prefeitura ou por uma vaga na Câmara dentro dos próximos dois anos. O certo é que, mesmo prematuramente, o troca-troca partidário já começa a se esboçar. Sinal de que muitas emoções virão por aí, já nos próximos meses. Que o digam aqueles que acompanham esse movimento mais de perto.

Idosos

A Câmara de Mogi está analisando a proposta de criação de uma Comissão Especial de Vereadores para tentar viabilizar a gratuidade nas viagens de ônibus para idosos a partir dos 60 anos. A iniciativa partiu do petista Rodrigo Valverde, dias depois que o vereador Protássio Nogueira (PSD) voltou a tocar neste assunto, em recente sessão do Legislativo mogiano. Uma medida para beneficiar cerca de 40 mil idosos.

Ideias

O vereador Caio Cunha (PV) está propondo a criação de um Banco de Ideias Legislativas para facilitar e instigar a participação popular nas atividades do Legislativo. Cidadãos, entidades, clubes de serviços, ONGs e outros segmentos da sociedade civil poderão, caso o projeto seja aprovado, apresentar sugestões aos vereadores, por meio de um espaço especialmente aberto para tal finalidade, no site da Câmara. As propostas seriam catalogadas e ficariam à disposição dos vereadores para serem utilizadas no trabalho do dia a dia.

Criatividade

O secretário municipal de Finanças, Aurilio Caiado, participou, como convidado, de uma das mesas de debates da primeira edição do Mercado das Indústrias Criativas do Brasil (MicBR), considerado o maior evento sobre o tema no País, que acontece até o próximo domingo, em São Paulo. Caiado é do ramo: já atuou como chefe da Divisão de Estudos da Fundação Seade e diretor técnico de Políticas Sociais da Fundação do Desenvolvimento Administrativo (Fundap), períodos em que desenvolveu estudos sobre economia criativa. Ele é autor do livro Economia Criativa na Cidade de São Paulo: diagnóstico e potencialidades.

Realidade virtual

Os motoristas de caminhão que passarem pelo posto do Rodoanel Leste, no Km 103, em Suzano, até as 16 horas de hoje, poderão experimentar a sensação de entrar em um filme, com a ajuda de modernos óculos de realidade virtual. O experimento com os óculos do Rodovírtua visa conscientizar os motoristas e pedestres sobre os riscos do desrespeito às normas de segurança na estrada. O equipamento permite vivenciar situações de risco como dirigir sob o efeito de álcool, usar celular ao volante, realizar ultrapassagem perigosa, ou atravessar vias em locais proibidos.

Reputação é como celular pré-pago: tem que manter sempre com crédito, para não ficar sem quando você mais precisa.

Eduardo Zugaib, no livro “Humor de Segunda a Sexta”, que será lançado, a partir das 19 horas de hoje, na Livraria Leitura, do Mogi Shopping