REVIVAL

Músicos relembram as décadas de 80 e 90

Paulo Betzler e Enio Lobo vão interpretar sucessos de artistas como Zé Ramalho, Alceu Valença, Pato Fu, Lenine, Zélia Duncan e muitos outros. (Foto: Divulgação)
Paulo Betzler e Enio Lobo vão interpretar sucessos de artistas como Zé Ramalho, Alceu Valença, Pato Fu, Lenine, Zélia Duncan e muitos outros. (Foto: Divulgação)

Quem curtiu a noite mogiana nas décadas de 1980 e 1990, com certeza, se lembra do Patusca Bar, ambiente que embalava os finais de semana com muito rock e MPB. Neste sábado, pra relembrar os momentos vividos por lá, os músicos Enio Lobo e Paulo Betzler apresentam, a partir das 18h30, no Canto de Cabocla, a 2ª Noite da Patuscada, com som repleto de nostalgia.

O objetivo principal do evento, que tem entrada colaborativa a partir de R$ 5,00, é recuperar a história musical de Mogi das Cruzes. Para tanto, além de repertório com sucessos de Zé Ramalho, Alceu Valença, Geraldo Azevedo, Pato Fu, Chico César, Paulinho Moska, Lenine, Zélia Duncan, Ednardo e muitos outros artistas, os organizadores prepararam uma espécie de “museu” do Patusca Bar.

“Queremos promover um resgate cultural e também reviver o clima da época, que foi muito boa, especial”, diz Betzler, 45, produtor e educador musical responsável pela percussão da noite. Já Lobo, 43, que faz voz e violão, diz que o momento é de rever os amigos. “Fizemos grandes amizades naquele tempo, e algumas dessas pessoas só encontramos em eventos como esse”.

Mais do que isso, para os organizadores a Noite da Patuscada também simboliza a “valorização do artista mogiano”. “Hoje a música se tornou um comércio. O artista tem que tocar o que o público quer ouvir. E antes não era assim, havia identidade”, afirma Lobo. “Exemplos disso são os cantores Gléber Oliveira e Rui Ponciano, além de muitos outros nomes”, completa Betzler, que se considera “da segunda geração de músicos do Patusca”.

A primeira edição do evento aconteceu no último mês de agosto, e encheu o Canto de Cabocla com pessoas de todas as idades. Por isso, a expectativa para este sábado é boa. “Como o repertório é parecido, precisamos sempre nos renovar para que a ‘patuscada’ continue acontecendo. Por isso, agora preparamos um mosaico de fotos que contam a história do bar, e para as próximas edições teremos outras novidades, como convidados no palco”, encerra Lobo.

Vale lembrar que o Canto de Cabocla tem programação musical de quarta à domingo, sempre das 18h30 às 23h. O endereço é Rua Barão de Jaceguai, 944, no Centro. Quem for de carro poderá utilizar o estacionamento do Largo Bom Jesus, gratuito a partir das 18h. Outras informações podem ser obtidas em facebook.com/cantodecabocla ou pelo telefone 4726.8218.