ARTIGO

Na trilha das orquídeas

Marcus Melo

Pouco mais de dois meses depois da sua inauguração, a avenida das Orquídeas faz mais do que merecer o título de maior obra de mobilidade dos últimos anos da nossa cidade. O tempo de viagem entre Suzano e Mogi, desde a praça João Antonio Batalha, no Centro Cívico, pode ser feito em pouco mais de 20 minutos, mesmo nos horários de pico. No corredor das avenidas Lourenço de Souza Franco e Francisco Ferreira Lopes a diminuição dos congestionamentos é visível.

A avenida das Orquídeas materializa o conceito de obra pública sustentável sob todos os aspectos. Falo da qualidade de vida. De um lado, os benefícios imediatos, traduzidos como mobilidade urbana no sentido global. Porque as pessoas têm o direito constitucional de ir e vir. E o direito sagrado de fazer isso com dignidade. Significa que não podem ser reféns do inominável desperdício de tempo causado pelos congestionamentos.

Mas, os 10,5 quilômetros de extensão da avenida das Orquídeas, com pistas largas, iluminação em LED para menor consumo de energia e maior luminosidade, novas pontes, corredor de ônibus, ciclovia, representam bem mais que uma intervenção pró-mobilidade urbana.

O que não aparece diante dos olhos é o mundo que o Corredor Leste-Oeste descortina: uma nova Mogi, onde se processará a magia do desenvolvimento. As condições adequadas de estrutura e logística do entorno desse complexo viário funcionarão como o imã de investimentos para multiplicar empreendimentos que geram bons empregos e renda, além de elevar a arrecadação municipal para viabilizar avanços em áreas essenciais.

O novo corredor viário é o nosso novo cartão de boas vindas aos empreendedores que, com certeza, começarão a povoar o generoso espaço do entorno da Avenida das Orquídeas, trazendo com eles os necessários empregos e o movimento para reaquecer a economia.

Nossa missão cotidiana é elevar a qualidade de vida na Cidade. Mogi também está preparada para os desafios que o futuro nos reserva. Fizemos a lição de casa para que os benefícios se multipliquem na trilha das orquídeas.

Marcus Melo, administrador de empresas, é prefeito de Mogi das Cruzes/SP

Deixe seu comentário