INFORMAÇÃO

Negativas sobre autoria de pesquisa eleitoral

Marco Bertaiolli e Marcus Melo negam realização da consulta

O ex-prefeito e deputado federal Marco Bertaiolli (PSD) e o atual prefeito, Marcus Melo (PSDB), enviaram mensagens à coluna, no último sábado, negando qualquer participação na pesquisa que vinha sendo realizada na cidade, durante a semana que passou. A consulta buscava avaliar a opinião de eleitores sobre uma possível candidatura de Bertaiolli à Prefeitura nas próximas eleições. “Garanto que não foi minha equipe que fez ou encomendou esta avaliação”, disse Bertaiolli, emendando: “Deve ter sido iniciativa de pessoal muito amedrontado; eu jamais faria isso, ainda mais em um momento como o que estamos vivendo. Isto é coisa de gente sem escrúpulos”, assegurou o deputado. Já Marcus Melo também foi taxativo: “Não fui eu que encomendei esta, nem tampouco, nenhuma outra pesquisa”. Segundo o prefeito, em sua mensagem, “não é hora de política. É hora de planejar cada passo na saúde; de salvar vidas dos mogianos; de criar empregos (só nesta semana, mais três novas empresas com geração de mais de 300 empregos; de dar aulas às nossas crianças, que voltaram esta semana, entregando os livros na residência dos alunos e já entregamos 32 mil); de levar arroz e feijão, óleo, carne à mesa dos que mais precisam (mais de 56.779 cestas básicas, 28779 do governo do Estado, 12 mil compradas pela Prefeitura, 6 mil doações, 10 mil do Banco do Brasil); de higienizar os terminais e pontos de ônibus; de entregar mais de 35 mil máscaras, feitas pelo Fundo Social; de criar ações para ajudar o comércio mogiano (como o aplicativo Vetrina, que tem gerado milhares de vendas, sem custo para os comerciantes, flexibilizar a Lei Mogi Mais Viva; de ajudar as indústrias locais, criando novos empregos e apoio nas vendas localmente; de deixar tudo pronto no hospital de campanha , que começa a funcionar esta semana; de dar mais crédito para os micros (só nestes últimos dias conseguimos liberar R$ 559 mil através do Banco do Povo). Enfim, é hora de cuidar da nossa cidade, a cidade que tanto amamos e que dedicamos 24 horas do dia, mesmo doente, de estar à frente deste período mais difícil de nossas vidas, junto com a Câmara Municipal, para levar fé e trabalhar muito. Enfim, definitivamente, não é hora de fazer politicagem.”

Médicos

Em recente conversa com a coluna, o médico e ex-deputado, Luiz Carlos Gondim Teixeira (PSL), elogiou a posição dos médicos pneumologista Luiz Henrique Frizzera Borges e cardiologista Paulo Saraiva, expressa em uma entrevista dada ao repórter Natan Lira, deste jornal, sobre o uso da cloroquina no combate ao coronavírus. A certa altura, Gondim fez uma revelação pessoal: “Se eu der de adoecer, que me levem para o Luiz Henrique, a quem devoto toda confiança”.

Boiada”

Adepto da defesa do meio ambiente, o bispo diocesano de Mogi, dom Pedro Luiz Stringhini, se mostrou especialmente estupefato com as declarações do ministro Ricardo Sales, na fatídica reunião ministerial de 22 de abril. Sales disse que era preciso aproveitar o período da pandemia, em que as atenções da imprensa estavam voltadas para doença, para “passar a boiada”, ou fragilizar as regras mais rígidas de controle ambiental no País.

Rumo a 1.000

As meninas do Sintonia Fina, o canal independente e inteligente do Youtube, que tem como objetivo promover a consciência sobre a igualdade de gênero, estimulando ações de combate ao machismo, ao preconceito e à violência contra as mulheres, vem realizando uma campanha para atingir a marca de 1.000 inscritos. O canal de debates sobre variados temas é liderado pelas jornalistas Silmara Helena e Joselani Soares. Vale se inscrever e acompanhar.

Cejam

O Centro de Estudos e Pesquisas Dr. João Amorim foi a organização social vencedora do chamamento público feito pela Prefeitura para a gestão dos programas Saúde da Família, agentes comunitários de Saúde, laboratório municipal, UBS do Alto Ipiranga, central de agendamento de consultas e Mãe Mogiana. A proposta de R$ 94,3 milhões venceu a do Instituto de Tecnologia em Saúde (INTS), de R$ 100,1 milhões. Está no Diário Oficial da União de ontem

Frase

Quem deveria nos governar, mergulhado na insanidade, é a maior ameaça à saúde dos brasileiros. Joga contra.

Rosiska Darcy de Oliveira, articulista do jornal O Globo, do Rio de Janeiro


Deixe seu comentário