INFORMAÇÃO

No caso das barragens, problema na comunicação

O prefeito Marcus Melo (PSDB) não gostou nem um pouco da maneira como se comportaram o DAEE e Sabesp no episódio da abertura das comportas das barragens dos rios Jundiaí e Taiaçupeba. Melo reclamou de a Prefeitura não não ter sido avisa com a devida antecedência, a tempo de preparar um esquema prévio de atendimento para os que vieram a ser atingidos mais diretamente – e até desabrigados – em razão as enchentes. Numa reunião de emergência, realizaa na manhã de terça-feira, na Prefeitura, Melo externou sua decepção com a suposta falha na comunicação dos órgãos estaduais responsáveis pelo monitoramento e manutenção das represas que compõem o Sistema Alto Tietê. Afinal, havia algum tempo que as barragen vinham apresentando sinais de possível saturação, mas as prefeituras não teriam sido devidamente alertadas para a gravidade da situaçao. O Estado limitou-se a informar oficialmente que aumentaria a capacidade de vazão da represa de Taiaçupeba para que o local ultrapassasse o seu limite. O aviso sobre a situação do Jundiaí só viria a ocorrer após a chuva de domingo, que foi determinante para o alagamento que levou o prefeito de Mogi a decretar estado de calamidade pública. Esse alerta ocorreu quando já não havia mais qualquer condição para colocar em prática qualquer ação preventiva em favor dos moradores. Melo disse que seria importante haver uma maior integração entre os órgãos estaduais que cuidam das barragens do Sistema Alto Tietê e as prefeituras das cidades da região para evitar que fatos como os desta semana ocorram sem a devida comunicação prévia aos administradores.

Dez anos

Para comemorar a primeira década de atividades, a Lira São José Operário, do bairro do Mogilar, promove um concerto, às 19 horas do próximo sábado (16), no Centro Cultural do centro da cidade. A única banda não oficial de Mogi das Cruzes promete apresentar um repertório variado, que irá do jazz aos dobrados, entre outros.

Novidades

A empresa mogiana NGK acaba de lançar cinco diferentes modelos de bobinas de ignição destinadas ao setor de reposição para veículos fabricados pela General Motors, Fiat, Honda e Toyota. As novas bobinas, específicas para o mercado brasileiro, foram totalmente projetadas e produzidas no Centro de Desenvolvimento Técnico da empresa, no bairro do Cocuera, em Mogi das Cruzes.

Justiça

Dois novos desembargadores, empossados neste início de semana, no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, tiveram ligações com a região de Mogi das Cruzes. O paulistano Maurício Valala, 59 anos, ingressou na magistratura em outubro de 1989, nomeado para a 45ª Circunscrição Judiciária, com sede em Mogi. Já Kleber Leyser de Aquino, 62 anos, nascido no Rio de Janeiro, atuou, no início de carreira, junto à Comarca de Ferraz de Vasconcelos.

Triagem

A adoção de um sistema de triagem, conforme a “classificação de risco” pelo Cento de Bem-Estar Animal do distrito de César de Souza foi sugerido à Prefeitura pela vereadora Fernanda Moreno (PV). O objetivo da proposta é impedir que pessoas cheguem ao CBEA em plena madrugada para conseguir atendmento para seus animais domésticos.

Aqui no Vasco, mandou eu. Ditatorialmente.

Eurico Miranda, ex-presidente do Vasco da Gama (RJ), falecido aos 74 anos