BALANÇO

No fim de semana, coronavírus causa 23 mortes no Alto Tietê; total chega a 150

São Paulo lidera números no país, com 2.375 mortes pelo novo coronavírus. (Foto: divulgação)

O final de semana foi marcado por expressivo aumento no total de vítimas fatais do novo coronavírus no Alto Tietê. Entre sábado e o início da noite desta terça-feira (12), os municípios da região confirmaram recorde de 23 óbitos atrelados a Covid-19 – sendo nove apenas em Mogi das Cruzes, que ultrapassou Itaquaquecetuba e volta a liderar o ranking de mortes na região. As cidades somavam 36 e 35 falecimentos respectivamente até o início da noite desta segunda-feira. (veja quadro).

Os novos óbitos representam uma elevação recorde em Mogi de 33%. Já na região, que agora contabiliza 150 vítimas da doença, o aumento foi de 18%.

O total de casos confirmados na região também apresentou crescimento: 106 pessoas foram diagnosticados com o vírus no período. O montante saltou de 1350 para 1465 – uma elevação de 8% – similar a observada ao longo de toda a última semana.

O Alto Tietê ultrapassou a marca de 5500 notificações totais da doença, sendo que 723 pacientes ainda aguardam resultado de exames, 1857 foram descartas e 1469 são referentes a pessoas que apresentaram sintomas leves e por isso não tiveram amostras colhidas para análises.

Já Mogi das Cruzes soma 1387 notificações totais, sendo que destas 599 foram descartadas, 213 aguardam resultado de exames, 173 são de mogianos que apresentaram sintomas leves da doença e por isso não foram testados, além de 402 casos positivos para a Covid-19 – o maior número na região.

O total de pacientes curados da Covid-19 no Alto Tietê saltou de 631 nesta sexta-feira para 738 ontem. O número ainda é menor do que o de casos ativos da infecção.


Deixe seu comentário