LANÇAMENTO

Nova geração do hatch BMW Série 1 chega ao Brasil por R$ 174.950

Terceira geração do hatch da BMW ganhou grade “duplo rim” maior e faróis com design oblíquo (Divulgação)

A terceira geração do hatch BMW Série 1 já pode ser adquirida no Brasil. Ágil, descolado, tecnológico e sofisticado, dotado de design renovado e equipado com os mais recentes recursos de conectividade, o novo Série 1 é produzido na Alemanha. A nova geração do hatch de cinco portas chega ao mercado brasileiro com preços a partir de R$ 174.950, na versão 118i Sport GP.
A nova arquitetura da tração dianteira reflete-se nas novas proporções e linhas fluidas e estilizadas do novo BMW Série 1. O capô, mais curto, funde-se com o para-brisa, enquanto a longa linha do teto cai levemente na direção da traseira do carro. Já a ampla traseira e uma linha de ombros atlética, situada sobre os arcos das rodas, enfatizam uma presença poderosa e esportiva. Ao mesmo tempo, a carroceria oferece significativamente mais espaço, embora as dimensões sejam praticamente idênticas às do BMW Série 1 anterior. E essa característica torna o hatch premium ainda mais versátil no uso diário. Com 4,319 metros de comprimento, a nova geração é 5 milímetros mais curta que seu antecessor. Em termos de largura, agora com 1,799 m, o novo modelo cresceu 34 mm, enquanto a altura, de 1,434 m, aumentou 13 mm. A distância entre-eixos de 2,670 m, por sua vez, é 20 mm mais curta que a da geração anterior.

Na traseira, o destaque são as novas lanternas, uma interpretação nova do formato em “L” (Divulgação)

Visto de frente, o novo BMW Série 1 chama a atenção pela ‘nova face’ e uma reinterpretação da icônica identidade visual da BMW: a grade de duplo rim está maior e verticalizada, ostentando uma presença consideravelmente mais poderosa. Pela primeira vez nessa família de modelos, a grade está unida ao centro. Os faróis, por sua vez, agora com um design mais oblíquo, conferem ao novo Série 1 um visual mais jovial, que também o distingue dos modelos BMW mais sofisticados.
No BMW 118i Sport GP, os faróis duplos contam com lâmpadas de LED e luzes diurnas capazes de assegurar uma aparência particularmente moderna ao hatch. Os tubos hexagonais transparentes das luzes diurnas destacam a imagem dos faróis com precisão técnica. As ‘sobrancelhas’ que compõem os piscas enfatizam a largura do carro, enquanto os tubos posteriores dos faróis emanam desempenho dinâmico.
Visto de lado, o novo BMW Série 1 destaca-se pela dianteira proeminente, estilo ‘focinho de tubarão’ e pelo formato de cunha. O contorno afilado das janelas avança para a traseira e enfatiza as linhas dinâmicas do carro. Terminando na coluna C, com uma marcante Hofmeister Kink – outra assinatura visual da marca bávara -, a moldura ressalta visualmente as janelas e se estende acima da porta traseira. Dois vincos pronunciados nas laterais, um sob as maçanetas, das rodas dianteiras às traseiras, enquanto o outro começa na parte inferior da porta da frente e cria um contraste dinâmico com um movimento ascendente em direção à a parte posterior.

O novo BMW Série 1 chega ao Brasil equipado com motorização 1.5 litro de três cilindros e 140 cv (Divulgação)

Os elementos visuais mais marcantes da traseira são a seção inferior, larga e atlética, e desenho afunilado na parte superior. Isso cria um efeito que acentua a largura do carro. Tudo isso é ressaltado pelos elementos luminosos, largos e destacados de ambos os lados, cujo design delgado e sutil cria um visual muito moderno.
As lanternas traseiras são uma interpretação completamente nova do familiar formato em “L”, com um elemento luminoso exclusivo e delgado que traça uma curva para cima. Em volta desse elemento, oculto sob uma tampa transparente vermelha, estão os piscas, as luzes de freio, as luzes de ré e de neblina traseiras.
O interior do novo BMW Série 1 traz comandos e controles voltados para o motorista e detalhes inovadores, entre eles o acabamento interno iluminado. O conjunto de teclas e controles facilita o manuseio e é posicionado de forma prática. O modelo evoluiu significativamente em termos de espaço interno. A arquitetura de tração dianteira com motores transversais e um túnel central baixo e nivelado oferece aos ocupantes um espaço interior consideravelmente maior que o do modelo anterior. Isso favorece, sobretudo, os ocupantes do banco traseiro: o acesso ficou mais fácil e há 33 mm a mais de espaço para as pernas. O porta-malas aumentou em 20 litros e tem capacidade de 380 litros (1.200 litros, com o banco traseiro rebatido).

No interior tradicional da BMW, o espaço ficou maior nessa geração do hatch alemão (Divulgação)

O novo BMW Série 1 já deixa a linha de produção conectado à internet. O acesso é feito por meio de um SIM Card que permite ao cliente obter informações sobre condições de trânsito em tempo real, entre outras funcionalidades disponibilizadas pelo sistema ConectedDrive. Por meio deste recurso, o usuário é alertado sobre a necessidade de manutenção de componentes (Teleservices); recebe informações sobre pontos de interesse, programações de salas de cinema, recomendações de restaurantes, efetua reservas em hotéis (Concierge); e pode acionar os serviços de emergência em caso de acidente (Chamada de Emergência Inteligente).
À direita do motorista encontra-se uma tela digital de 8,8 polegadas e sensível ao toque. Este monitor, posicionado dentro do ângulo de visão de quem estiver ao volante, pode ser configurado de acordo com as preferências pessoais do usuário inclui, entre outras informações, dados do sistema de navegação e preparação para o Apple Car Play (por incrível que pareça a BMW segue ignorando os proprietários de smatphones Android, que são maioria no mundo, e não oferece ainda conectividade com Android Auto).

Assim como outros modelos da marca, o novo Série 1 vem conectado à internet através de um SIM card (Divulgação)

O novo BMW Série 1 é equipado com o mesmo motor de três cilindros de 1.5 litro, movido à gasolina, que entrega 140 cavalos de potência, entre 4.600 e 6.500 rpm. Esta unidade, que é 5 kg mais leve que a que substitui, atinge 220Nm, de 1.480 rpm a 4.200 rpm. O BMW 118i acelera do 0 (zero) aos 100 km/h em 8,5 s e atinge 211 km/h. O propulsor trabalha em conjunto com uma transmissão automática de sete marchas e dupla embreagem.
O BMW 118i Sport GP tem como principais equipamentos ar-condicionado automático digital com controle de duas zonas, volante multifuncional revestido de couro, revestimento de teto BMW Individual em tecido Anthracite, revestimentos internos em Anthracite e Sensatec, rodas de liga leve de 17 polegadas, Parking Assistant e assentos dianteiros esportivos. A segurança dos ocupantes do veículo é garantida por seis airbags, freios a disco ventilado com ABS, além de controles de estabilidade e tração, e pneus run-flat..
O BMW 118i está disponível com seis opções de cores externas: a sólida Branco Alpino, e as metálicas Preto Safira, Branco Mineral, Cinza Mineral, Azul Mediterrâneo e Azul Seaside.


Deixe seu comentário