CARTAS

Novo evento

A Amaparque volta a escrever para este jornal para que possamos ser ouvidos em nossas solicitações, já que por outros meios não conseguimos ser atendidos. No dia 26/10/10 haverá no Parque da Cidade o evento da drogaria Kobayashi. Nos anos de 2017 e 2018, eles foram realizados no parque com um som tão alto que podia ser ouvido no bairro todo, inclusive a quatro quadras do local. A Amaparque enviou ao sr Rogério Kobayashi, nestes dois anos, um ofício pedindo encarecidamente, em nome dos moradores do bairro, que controlasse o volume do som porque eram quase 10 horas de barulho ininterruptos, no final de semana. Enviamos os ofícios diretamente a ele, carta registrada, com aviso de recebimento. E não adiantou nada. Para temor dos moradores, este fim de semana, teremos mais um evento Kobayashi. Queremos deixar muito claro que a finalidade é boa, traz lazer e atendimento gratuito à população. Mas, novamente, questionamos: por que o som precisa ser tão alto? Então fica aqui nosso pedido: Sr Rogério Kobayashi, por favor, mantenha o som de seu evento em volume compatível com uma área residencial densamente povoada. Fiscais da Prefeitura de Mogi, gestor do Parque, secretário de Esportes, por favor, fiscalizem se a altura do som está adequada para um local que tem tantos vizinhos confrontantes. Quem quer participar da festa vai ao Parque. Quem optou por não participar, não pode ser forçado a ouvir o dia inteiro o som alto, tirando seu direito ao descanso e sossego.

Associação de Moradores e Amigos do Parque

Amaparque, Mogi das Cruzes

Deixe seu comentário