MOTORSHOW

Novo Ford Explorer é exibido em Detroit com até 405 cv

Engineered by the Ford Performance team, Explorer ST uses a specially tuned 3.0-liter EcoBoost® engine projected to achieve 400 horsepower and 415 lb.-ft. of torque. A top speed target for track drivers stands at 143 mph.
Versão ST é a mais invocada da linha Explorer e conta com motor V6 EcoBoost de 405 cv de potência (Foto Divulgação)

A Ford exibe no Salão de Detroit o Explorer 2020, linha totalmente renovada do SUV mais vendido da América, com mudanças no design, nos motores, nas tecnologias e duas novas versões: ST e Hybrid. O modelo chega ao mercado norte-americano no meio do ano, com visual mais atlético e uma arquitetura flexível de tração traseira que amplia o espaço nas suas três fileiras de assentos.
Produzido desde 1990, o Explorer tornou-se o veículo preferido das famílias americanas para as “road trips”, viagens de lazer pelas famosas rodovias do país. Potente e espaçoso, também conquistou muitos fãs no Brasil, onde foi importado de 1993 até meados dos anos 2000, e serviu de inspiração para a criação do EcoSport.
A capacidade off-road do novo Explorer também aumentou, com a opção de tração inteligente nas quatro rodas e sistema de gerenciamento de terreno com sete modos de direção. A oferta de motores inclui o V6 3.0 litros EcoBoost de 370 cv ou 405 cv (no modelo ST), o 2.3 litros EcoBoost de 304 cv e o 3.3 litros híbrido com potência combinada de 322 cv.
Ele vem de série com uma nova transmissão de 10 velocidades, central multimídia SYNC 3 e conexão Wi-Fi para até 10 dispositivos com o serviço de assinatura FordPass Connect, que permite travar, destravar, localizar, dar partida e checar dados do veículo remotamente pelo smartphone. A linha dispõe das versões Standard, XLT, Limited, Limited Hybrid, ST e Platinum.

O Explorer ST atinge máxima de 230 km/h, sendo o mais potente da linha do SUV da Ford (Foto Divulgação)

O novo Explorer mantém elementos marcantes do design original do SUV, como os pilares A e D pretos e pilares C na cor da carroceria. A linha de teto mais inclinada e a frente mais curta reforçam a esportividade e elegância. As rodas de alumínio são de 18 ou 21 polegadas. Bancos, volante, painel e apoios de braço são revestidos em couro e, assim como o teto solar duplo, são equipamentos opcionais.
A cabine traz tela sensível ao toque de 10,1 polegadas no console, carregamento sem fio para celular, quatro portas USB, tomadas tipo C para dispositivos móveis de próxima geração, tomadas de 12 volts e uma de 110 volts. O painel de instrumentos digital de 12,3 polegadas, opcional, tem gráficos 3D animados que mudam com os sete modos de direção selecionados.

O novo Explorer também conta com uma versão híbrida, com potência combinada de 322 cv e autonomia de 800 km (Foto Divulgação)

Projetado pela Ford Performance, o novo Explorer ST é o modelo mais potente da linha, com motor V6 3.0 EcoBoost especialmente preparado de 405 cv e tração nas quatro rodas. Ele atinge velocidade máxima de 230 km/h e tem uma direção envolvente, incluindo o modo Sport que torna as respostas da direção, do acelerador e do câmbio mais esportivas.
O Explorer Hybrid pertence à nova geração de híbridos da marca, que combina grande desempenho e versatilidade. Diferentemente de outros híbridos, sua bateria de íons de lítio refrigerada por líquido é montada no chassi, sob os bancos da segunda fila, para preservar o espaço de passageiros e bagagem.
Com motor de 3.3 litros, o Hybrid tem uma potência combinada de 322 cv e autonomia de mais de 800 quilômetros na versão com tração traseira. Sua transmissão híbrida modular de 10 velocidades garante a capacidade que se espera de um utilitário. Produzido em edição limitada, o novo híbrido vem com cancelamento ativo de ruído, bancos de couro microperfurados com costura contrastante, bancos da segunda fila aquecidos e sistema de som premium B&O com 14 alto-falantes.

Novo Explorer vem recheado de tecnologia. No interior, o sistema multimídia exibe uma enorme tela de 10,1 polegadas (Foto Divulgação)

Entre as novas tecnologias de assistência, o Explorer 2020 oferece o estacionamento automático de segunda geração, exclusivo na categoria, que manobra o veículo em vagas paralelas ou perpendiculares ao toque de um botão, sem que o motorista precise mexer na direção, câmbio, acelerador ou freio.
Tem também piloto automático adaptativo inteligente com sistema de reconhecimento de sinais de trânsito, com câmeras que leem as placas e ajustam a velocidade automaticamente, e assistência de frenagem de ré com radar e sensores ultrassônicos.
O SUV vem de série com o Ford Co-Piloto 360, um conjunto que inclui alerta de colisão com frenagem automática de emergência e detecção de pedestres; sensor de ponto cego com alerta de tráfego cruzado; sistema de manutenção na faixa; câmera de ré e farol com acendimento e luz alta automáticos