MELHORIA

Obras de acessibilidade na estação de Mogi devem terminar até o final do ano

Projeto inclui rampas, pisos e mapas táteis, além de embarque e desembarque preferenciais. (Foto: Edson Martins)
Projeto inclui rampas, pisos e mapas táteis, além de embarque e desembarque preferenciais. (Foto: Edson Martins)

O pedestre que ainda passa pela passagem em nível da Praça Sacadura Cabral, no Centro de Mogi das Cruzes, deve estar se perguntando sobre o motivo do tapume instalado ao lado da estação da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). De acordo com a estatal, a intervenção faz parte das obras de acessibilidade iniciadas em maio último e que devem terminar até o final deste ano.

O projeto contempla a instalação de rampas, pisos e mapas táteis, vaga de embarque e desembarque preferencial, rebaixamentos de calçada, entre outros itens

A placa com as informações da obra indica que as intervenções começaram em 2 de maio e deveriam terminar em até oito meses, com investimento de R$ 628 mil.

Segundo a CPTM, no momento, está sendo implantada a rampa externa e ampliado o saguão da estação, o que propiciará mais conforto aos usuários. Em breve, também será iniciada a execução da rampa interna de acesso às plataformas, bem como a reforma da escada interna e a instalação de pisos táteis e comunicação visual.

A estação ganhará, ainda, uma vaga para embarque e desembarque de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. Outra intervenção será a implantação de uma lombo-faixa na Rodovia Henrique Eroles, na área lateral da estação.

Com a finalização da obra, as quatro estações de Mogi estarão acessíveis, porque as unidades de Jundiapeba, Braz Cubas e Estudantes já receberam as melhorias.