NO KM 36

Obras de duplicação da Mogi-Dutra prosseguem após detonação de rocha

Rodovia será interditada nesta quarta-feira, das 13h30 às 16h30. (Foto: arquivo)
Duas faixas da Mogi-Dutra foram interditadas na tarde de ontem para implosão de rocha. (Foto: Vitoria Mikaelli)

Os serviços de detonação de rochas na Rodovia Mogi-Dutra foram realizados com êxito ontem pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER). As duas faixas da via permaneceram interditadas durante a tarde desta quinta-feira. A explosão de um talude rochoso foi necessária para as obras de duplicação no trecho entre o trevo da Rodovia Ayrton Senna e Arujá.

Os trabalhos foram supervisionados pelos engenheiros do DER. Os serviços resultaram na fragmentação de 2,1 toneladas de material rochoso. A pista foi completamente liberada ao tráfego às 16 horas, uma hora antes do previsto.

Para realizar a detonação, o DER informa que foram empregados 1.100 kg de explosivos. Os serviços tiveram a ajuda de duas escavadeiras hidráulicas, duas retroescavadeiras, uma motoniveladora, um caminhão-pipa, um caminhão basculante, um trator Lam e uma perfuratriz.

O DER informa ainda que 30 funcionários estiveram envolvidos no trabalho, divididos entre as atividades de orientação de tráfego e na operacionalização do maquinário pesado.

Não estão descartadas novas explosões. A equipe de engenharia do DER esclarece que vai avaliar o andamento das obras e poderá programar outros serviços de detonação, caso haja necessidade.

A Rodovia Mogi-Dutra passa por obras de duplicação da pista e modernização, com melhorias dos acostamentos, construção de viadutos, passarelas e posto de pesagem, entre os quilômetros 32 e 39.

O investimento é de R$ 121,9 milhões por parte do Governo do Estado. O consórcio Construcap-Copasa é responsável pela execução das obras, que têm previsão de conclusão para janeiro de 2020.


Deixe seu comentário