VÔLEI

Partidas na Arena Suzano arrecadam nove toneladas de alimento

Conquista do Taubaté veio com uma vitória sobre o Sesi-SP, por 3 sets a 1, sábado. (Foto: divulgação- Wanderley Costa - Secop Suzano)
Conquista do Taubaté veio com uma vitória sobre o Sesi-SP, por 3 sets a 1, sábado. (Foto: divulgação- Wanderley Costa – Secop Suzano)

O Fundo Social de Solidariedade de Suzano arrecadou mais de 9 toneladas de alimentos não-perecíveis com a distribuição de ingressos para os três jogos da final da Superliga Masculina de Vôlei, realizados na Arena Suzano, no Parque Max Feffer. As partidas ocorreram em 30 de abril, 4 de maio e no último sábado. Os bilhetes foram concedidos pela Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) e a entrega ao público interessado estava condicionada à doação de três quilos de alimentos não-perecíveis, três litros de óleo de cozinha ou três litros de leite no Paço Municipal.

A última partida reuniu 4,5 mil pessoas no ginásio e relembrou um período em que Suzano disputava os principais campeonatos de vôlei do planeta. O time comandado pelo técnico Ricardo Navajas foi tricampeão brasileiro (temporadas 92/93, 93/94 e 96/97, além de três vices (94/95, 95/96 e 98/99.

Navajas, após alguns anos, levou o projeto para Taubaté, e foi vice-campeão da Superliga na temporada 2016/2017. O novo triunfo ocorreu sábado com o título da temporada 2018/2019. Depois da longa hegemonia imposta pelo Cruzeiro, ganhador das cinco edições anteriores da competição, o Taubaté se tornou o mais novo campeão da Superliga.

A conquista veio com uma vitória sobre o Sesi-SP, por 3 sets a 1 – parciais de 25/20, 25/22, 21/25 e 25/20, na Arena Suzano, que contou com imensa maioria de torcedores dos vice-campeões nas arquibancadas. Com este triunfo do último sábado, o time do Vale do Paraíba fechou em 3 a 2 a série melhor de cinco partidas desta decisão da temporada 2018/2019 da Superliga e faturou pela primeira vez este torneio.

O primeiro jogo da final ocorreu no dia 23 de abril, em São Paulo, onde o Sesi ganhou por 3 sets a 0 para abrir vantagem. No dia 27, porém, o Taubaté deu o troco ao devolver o 3 a 0, em casa, e deixar tudo igual na série.

Em seguida, no dia 30, o Taubaté ganhou por 3 sets a 2, em Suzano, e ficou a um triunfo do título. O Sesi ainda se manteve vivo na luta pela taça ganhar o quarto duelo da final por 3 a 1, novamente em Suzano, onde a equipe dirigida por Renan acabou faturando a Superliga na noite do último sábado.

Dirigido pelo técnico Renan Dal Zotto, comandante da seleção brasileira e que assumiu o cargo com a competição em andamento, o Taubaté finalmente pôde comemorar o troféu mais cobiçado do vôlei nacional depois de ter sido vice-campeão em 2017 e terminado na terceira posição do torneio em 2015 e 2016.