ARTIGO

Pedágio, aqui não!

Diego Capua

Nada mais justo que uma luta como a nossa contra esse pedágio, posto que ele, além de dividir a cidade, será um custo excessivo a todos aqueles que precisam se locomover por essa importante via que não apenas nos liga a rodovias como Dutra e Ayrton Senna, como também a bairros e áreas industriais de nossa cidade.

Na última manifestação feita pela Artesp e que foi publicada por este jornal, vimos uma grande defesa da forma de tarifação a ser aplicada a esse pedágio e até mesmo a “vantagem” do aumento de arrecadação municipal através de tributos que incidirão sobre a tarifa. Mas de verdade, Artesp: Para os cangalhos essa arrecadação vinda do pedágio!

Mogi precisa aumentar sua arrecadação com mais comércio, mais indústrias e mais serviços em benefício a população e não que venham meter a mão no nosso bolso quando quisermos transitar dentro de nosso município. Essa cobrança é um risco ao desenvolvimento de Mogi e nem as intervenções na Mogi-Bertioga, que não irão sanar o problema daquela via no verão, justificam a implantação desse pedágio.

Não há argumentos que tornem justa essa cobrança e, por essa razão, utilizando de todos os meios possíveis e imagináveis precisamos deixar muito claro que sobre essa indecente proposta prejudicial a Mogi, temos apenas uma resposta: Pedágio, aqui não!

Diego Capua é advogado


Deixe seu comentário