ARTIGO

Pedágio Não

Laerte Silva

A ladainha de instalação de um pedágio na Rodovia Mogi-Dutra vai continuar, pois a Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) não abre mão de criar um ponto de arrecadação. Mogi das Cruzes vem lutando contra essa intenção, a sociedade civil colhe assinaturas da população para demonstrar a grandeza da insatisfação, mas por enquanto tudo está na mesma.

Os fatos da semana relacionados à pretensão do pedágio dão conta, primeiro, do projeto de resolução constituindo uma Comissão Especial de Vereadores na Câmara Municipal de Mogi das Cruzes, que já poderia ter sido proposta há tempos quando ocorreu a audiência pública na Cidade, mas o Legislativo ficou na poeira das ações concretas até então.

Importante mesmo que o Legislativo tome posição mais contundente, pois o governador João Doria está deixando o assunto rolar sem a devida atenção às manifestações contrárias. Depois virá pedir voto na Cidade.

O segundo fato é a notícia que O Diário trouxe na última sexta-feira em relação a uma nota da Artesp dizendo que está ciente das demandas e preocupações, mas deixando claro que não desistiu da ideia e irá propor uma nova localização para a praça.

É o canto da sereia, está claro que será levada adiante a implantação de um pedágio local, custe o que custar, e se depender do governador, ele não interferirá, portanto, a movimentação política não trouxe, até o momento, resultados.

Quem sabe com a CEV a Câmara tenha um trabalho profícuo nessa luta, e obtenha um resultado mais contundente do que a matéria na página da Câmara na internet. Afinal, é ano eleitoral!

Laerte Silva é advogado


Deixe seu comentário