DADOS

Pesquisa aponta aumento do número de mortes no trânsito de Mogi das Cruzes

SOCORRO Equipes a postos para o atendimento às vítimas; de janeiro a setembro, cidade registrou uma média mensal de 86 acidentes. (Foto: arquivo)

De janeiro a setembro deste ano, Mogi das Cruzes registrou uma média mensal de 86 acidentes com vítimas e cinco mortos por mês, no trânsito da cidade. Os dados são do Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga) e mostram que o município registra aumento nas mortes no período analisado, quando comparado com os nove primeiros meses de 2018, em que 49 pessoas morreram neste tipo de ocorrência. Já o número de acidentes com vítimas não é passível de comparação, porque está disponível a partir de janeiro deste ano. O acumulado é de 776.

O mês com o maior número de mortes no ano foi janeiro, com 13 registros. Depois disso, os casos vêm em contante redução até maio, quando atinge uma morte. Em junho volta a subir para oito e novamente tem retração, chegando a quatro em setembro. Neste último mês, em comparação com 2018, houve a redução de uma morte.

Os dados do balanço de todos os acidentes com vítimas nos nove primeiros meses deste ano mostram que a principal ocorrência é a colisão, com 430 registros. Em seguida estão os atropelamentos, com 143, e o choque com 84. Os 108 restantes foram de outros tipos de ocorrências.

Ainda em relação aos acidentes, 81% foram em vias municipais, e 18% em rodovias estaduais e federais que cortam a cidade. A maior incidência ocorreu à noite, quando 247 acidentes foram registrados. Atrás com 20 casos a menos vem o período da tarde, com 227, a manhã figurou com 212 e a madrugada com 88.

Por fim, os dados de veículos envolvidos nas ocorrências registradas até setembro deste ano. São 605 carros, 351 motos, 40 bicicletas, 38 ônibus e 35 caminhões.

Diante desse cenário, a Secretaria Municipal de Transportes informa que vem trabalhando para a diminuição nos índices de mortes em acidentes de trânsito em Mogi das Cruzes, por meio da intensificação do trabalho integrado de sinalização, fiscalização, engenharia de tráfego e educação para o trânsito, com a participação do Comitê Municipal de Segurança Viária, que reúne representantes de órgãos que atuam diretamente no atendimento e prevenção de ocorrências e discute, mensalmente, os índices registrados na cidade e ações de prevenção.

Neste mês de setembro, de acordo com os dados do Infosiga, foram registradas 4 mortes em acidentes de trânsito no território de Mogi das Cruzes, sendo 3 ocorrências em rodovias e 1 em via municipal. O número é 20% menor que o de setembro do ano passado. O número de mortes também é menor do que o registrado no mês de agosto.

“Nos últimos dois meses, cerca de 22 quilômetros de ruas e avenidas já receberam nova sinalização horizontal em bairros como César de Souza, Centro, Centro Cívico, Mogilar, Rodeio, Vila Industrial, Jardim Santista, Mogi Moderno e Vila Natal. Também estão em andamento os serviços de implantação de 300 rampas de acessibilidade em toda a cidade,15 lombofaixas, 30 lombadas e mil metros quadrados de readequações geométricas. Os locais beneficiados foram definidos após estudos desenvolvidos pela SMT, que também contaram com a participação da comunidade”, destacou.

Além disso, a educação de trânsito é realizada por meio de diversas campanhas e levadas aos eventos da administração municipal, como o Bairro Feliz.

ACIDENTES E MORTE NO TRÂNSITO DE MOGI
Mês Acidente com vítima Mortos
Janeiro 100 13
Fevereiro 86 8
Março 80 2
Abril 91 2
Maio 79 1
Junho 97 8
Julho 74 6
Agosto 83 6
Setembro 86 4
Total 776 50
Fonte: Infosiga


Deixe seu comentário