CARTAS

Pinta de ditador

Foi patética aquela cena, no domingo, de Jair Bolsonaro descendo a rampa do Palácio do Planalto, levando a tiracolo 11 ministros, para saudar aglomerados apoiadores sem medo da Covid-19.

Ato típico de um ditador!

Que ainda erguia as mãos de alguns dos ministros como se estivesse anunciando alguma vitória no ringue desta caótica administração federal.

Além do Hino Nacional, não faltou a frase deste presidente ameaçado por afrontar as nossas instituições, de que não havia “nenhuma faixa, nenhuma bandeira que atente contra nossa Constituição, contra o Estado de Direito”. No que mentiu, já que, havia várias menções de afronta ao STF e o Congresso, fixadas nos veículos dos bajuladores.

Porém, governar que é bom, nada…

Paulo Panossian

paulopanossian@hotmail.com


Deixe seu comentário