Piratas de internet estão agindo contra empresas

Dois casos ocorridos durante esta semana na Cidade foram denunciados à Polícia local, que os encaminhou ao setor especializado em crimes cibernéticos, junto à cúpula da Segurança Pública, em São Paulo. Aos peritos em internet caberá analisar e descobrir a origem de ataques de piratas feitos contra sistemas informatizados de empresas instaladas em Mogi. Os episódios mais recentes, segundo informações, envolveram uma rede de supermercados e um escritório de contabilidade que tiveram os dados de seus computadores transformados em códigos e símbolos, desconhecidos da maioria dos responsáveis pela manutenção das respectivas redes. Sinal de que os piratas são especialistas, capazes de vencer os sistemas de segurança de dados, invariavelmente mantidos por empresas para proteger informações importantes e até vitais para seu funcionamento. Ainda não se tem ideia de qual pode ser a origem desses ataques, mas quem teve os primeiros contatos com os computadores afetados pelos atos de pirataria garante que o inglês usado para comunicação com os proprietários era semelhante ao utilizado nos Estados Unidos, um indicativo de que tais ações podem ter se originado em computadores instalados na terra do Tio Sam. Mas não se descarta, porém, a possibilidade de tais recados num idioma diferente do português serem uma forma de maquiar uma ação originária do próprio Brasil. A facilidade de comunicação via internet, no entanto, torna tudo isso meras especulações. A palavra final virá dos especialistas da polícia cibernética que irão investigar os casos. Que, por sinal, não são os únicos. Não faz muito tempo, uma clínica médica da Cidade também sofreu um ataque dos piratas que retiraram da rede todas as informações de clientes e da contabilidade da empresa. Neste caso, a coluna apurou que houve pedido de dinheiro para que os dados fossem devolvidos. Não foi possível saber, entretanto, se o caso foi parar na Polícia, nem se o resgate acabou sendo pago. Os crimes cibernéticos podem estar virando rotina.

Disque-Denúncia
Atenção candidatos às próximas eleições: a Procuradoria Regional Eleitoral de São Paulo já lançou o Disque-Denúncia para o pleito deste ano. Será um canal para que os cidadãos em geral denunciem irregularidades na campanha eleitoral, que começa no dia 16 de agosto, com duração de 45 dias. O telefone será o (11) 2192-8707 e o e-mail: presp@mpf.mp.br .

Viral
O vídeo feito em 2014, em que um motoqueiro grava o seu próprio acidente de trânsito, na Avenida Francisco Ferreira Lopes, em Braz Cubas, viralizou na internet. Um garoto pilotando uma Scooter ingressa na Avenida, altura da JSL, dizendo que vai testar a câmera que está acoplada em seu capacete. Em alta velocidade, ele se distrai e colide com a traseira de um Fusca. A gravação continua, mesmo após ele ser arremessado da moto, ferindo mãos e pernas. Realizada em agosto de 2014, as imagens só foram parar na internet na última semana, via YouTube. Até ontem, havia alcançado mais de 354 mil visualizações.

Turismo
O deputado Estevam Galvão de Oliveira (DEM) é mesmo ousado. Apresentou projeto de lei na Assembleia para classificar Suzano como “município de interesse turístico”. O Estado deve selecionar 140 cidades que passarão a contar com recursos para investimentos no turismo local e Suzano poderá estar entre elas. Atrações turísticas? Muitas, mas ainda nos planos…

“De olho…”
Dois postos de combustíveis de Mogi das Cruzes foram vistoriados, ontem, pela Operação De Olho na Bomba, da Secretaria de Estado da Fazenda. Ao todos, foram visitados 265 postos que operam em 114 cidades do Estado. Na mira, a qualidade dos combustíveis, possíveis irregularidades na venda e a análise volumétrica das bombas. As amostras coletadas serão analisadas no laboratório da Unicamp, em Campinas. Constatadas irregularidades, os postos irregulares terão bombas lacradas e inscrição estadual cassada. A Secretaria não divulgou os postos vistoriados.

COTIDIANO

Folha seca se desprende de palmeira e fica dependurada em fios de rede de comunicação junto ao estacionamento do Largo Bom Jesus, na área central da Cidade / Foto: Eisner Soares
Folha seca se desprende de palmeira e fica dependurada em fios de rede de comunicação junto ao estacionamento do Largo Bom Jesus, na área central da Cidade / Foto: Eisner Soares

FRASE

Nós somos como o JK (Juscelino Kubitschek), nós não temos compromisso com o equívoco, portanto, quando houver algum equivoco governamental nós reveremos este fato.

Michel Temer (PMDB), presidente da República em exercício