AUDIÊNCIA PÚBLICA

Plano Municipal para a Cultura é aprovado

 O Plano Municipal de Cultura de Mogi das Cruzes, que teve a minuta da lei aprovada em audiência pública realizada nesta semana, deverá estar sancionado até o final do ano. “Não há como pensar o desenvolvimento da cidade sem pensarmos no setor cultural. O Plano será o norteador da gestão pública para a cultura e todos nós, cidadãos, Prefeitura e vereadores seremos responsáveis pela sua execução”, destacou o secretário municipal de Cultura e Turismo, Mateus Sartori.

As demandas apresentadas trataram de temas como intercâmbios culturais, revisão nas leis culturais vigentes, viabilização um Estúdio de Cinema para a cidade e também mecanismos que garantam a proteção dos corpos estáveis, como coros e grupos de dança, bem como a continuidade dos projetos sinfônicos desenvolvidos no município.

Todo o processo envolvendo a elaboração do plano contou com intensa participação do Conselho Municipal de Cultura, representado principalmente por sua presidente, Priscila Nicoliche. “Este plano é a ferramenta que teremos para avançarmos na gestão cultural da cidade, de forma organizada e planejada, e todos nós precisamos ficar de olhos na execução dele. Afinal, foi um documento construído de forma democrática e com a participação de todos”, destacou.

Após a aprovação da minuta final e das metas e ações pelo Comuc, o documento vai para o Executivo, que o encaminhará à Câmara Municipal.

O vereador Marcos, presidente da Comissão Especial de Cultura, Esporte e Turismo da Câmara Municipal, que fez a abertura da audiência pública, destacou que é “extremamente importante a cidade ter um plano de cultura, pois é uma área que gera emprego, renda e ajuda no desenvolvimento econômico da cidade”.