CASO

PM encontra bingo com 36 máquinas em Mogi das Cruzes

APREENSÃO Vinte dos 36 jogos de azar estavam desligados. (foto: divulgação)
APREENSÃO Vinte dos 36 jogos de azar estavam desligados. (foto: divulgação)

Trinta e seis máquinas caça-níqueis foram encontradas, por volta das 4h30, da madrugada de ontem,, em uma casa na rua Dr. Ricardo Vilela, perto da praça Oswaldo Cruz, na região central de Mogi das Cruzes, pela Polícia Militar. Vinte dos equipamentos estavam desligados e os demais operando normalmente.. Segundo a Polícia, no local funcionava um “jockey club” legalizado que fazia a divulgação de corridas e nos fundos o bingo clandestino.

A equipe da Polícia Militar surpreendeu duas funcionárias Luana Aparecida de Araújo e Simone Aparecida Siqueira Barbosa e posteriormente chegou ao estabelecimento o proprietário identificado como Cláudio Franquim Júnior. Os envolvidos na contravenção foram apresentados pelo na Delegacia Central de Flagrantes, no Distrito Central, pelo tenente Carlos Eduardo, cabo C. Roberto, do Comando de Força Patrulha, o cabo Vilela e o policial Kato, da viatura 17.109.

O delegado João Marcelo Braga Pedrosa acionou a Polícia Científica, cujo perito encontrou no bingo R$ 4.037,25 em notas e moedas que foram apreendidos pela autoridade, além de uma mochila com R$ 830,00 localizados na casa de jogo de azar pela Polícia Militar. O dono do bingo, Cláudio Franquim e as duas funcionárias foram ouvidos pelo delegado João Braga e liberados. Os procedimentos de Polícia Judiciária adotados foram comunicados ontem à tarde ao Fórum de Mogi.

Deixe seu comentário