INVESTIGAÇÃO

Polícia acha carro sumido de lava-rápido

O delegado titular Argentino Coqueiro, do Distrito Central, afirmou que abriu inquérito na tarde de ontem sobre apropriação indébita para apurar a circunstância em que o funcionário Eemrson Requena, do lava-rápido Rei Jesus, no Bairro do Socorro, desapareceu, na manhã desta sexta-feira, com o Jeep Renegade, de propriedade da professora Regina Célia Natali. Ela deixou o seu veículo para lavar no local por volta das 10 horas e foi levada à escola nas imediações, onde leciona. Às 13h15, deveria recebê-lo de volta, mas o Jeep não foi entregue e ninguém no estabelecimento atendia aos telefonemas. Já no lava-rápido foi informada sobre a irregularidade e procurou a Polícia Civil.

O delegado Argentino disse a O Diário que o automóvel foi encontrado à noite no estacionamento do Hipermercado D’Avó, no Bairro do Socorro, e estava intacto.

O advogado Jonathan Sampaio, que representou o dono do lava-rápido, esclareceu que “acompanhamos a situação, mas ainda não sabemos o que levou o empregado (Emerson Requena) a agir dessa forma”.


Deixe seu comentário