FATAL

Polícia apura causa de acidente que terminou com pai e filho mortos em Mogi

Picape destruída foi levada ao Distrito Central. (foto: Laércio Ribeiro)
Picape destruída foi levada ao Distrito Central. (foto: Laércio Ribeiro)

Um inquérito policial sobre homicídio culposo (sem intenção) deverá ser aberto no 3º Distrito de César de Souza para apurar o acidente ocorrido por volta das 17h30 deste sábado, que resultou na morte do aposentado Sérgio Scheffer Prado, de 59 anos, e do seu filho Danilo Guinarães Scheffer Prado, de 12 anos. Pai e filho viajavam na Ford Ranger CRN-3085, de Mogi, pela Avenida Castelo Branco que cruzou a Avenida João XXIII, em César de Souza, e se projetou contra a cerca de alambrado da Indústria Elgin e depois somente parou ao se chocar com uma árvore.

O forte impacto destruiu a picape. Pai e filho não usavam cintos de segurança, o airbag não abriu e eles foram lançados para à frente do painel, ficando gravemente feridos. Bombeiros os retiraram das ferragens. O garoto Danilo já chegou morto no Hospital Luzia de Pinho Melo, porém o pai dele, depois de medicado, permaneceu internado, vindo a falecer logo depois. O Ford Ranger foi removido ao Distrito Central após a Polícia Científica realizar os exames que podem ajudar nas investigações.

Cinco feridos
Uma colisão que aconteceu, às 22h50, do último dia 7, na Avenida Henrique Eroles, no Alto do Ipiranga, só ontem foi informada aos policiais de plantão no Distrito Central e envolveu a Saveiro dirigida pelo autônomo Helzo Franco Cardoso, de 32 anos, e o Gol conduzido pelo guarda municipal Jair Siqueira Santos, de 53 anos, o qual admitiu ter feito conversão proibida à esquerda para sair da Henrique Eroles e acessar a Rua Gaspar Conqueiro, pois levava à sua esposa Geni ao Hospital Santana.

Por causa do acidente, Helzo e a passageira Vania Karen, de 29 anos, foram medicados no Hospital Luzia, assim como os ocupantes do Gol Geni Donizete, de 53 anos e Ruan Rodrigues, de 21 anos, filho de Geni e Jair. O guarda municipal Jair Siqueira ficou internado no Hospital Santana. (L.R.)