ESTELIONATO

Polícia fecha financeira clandestina em Poá e prende quatro suspeitos

situação Uma casa simples era o ponto dos vigaristas em Poá; quadrilha atraiu dezenas de vítimas, principalmente idosos. (Foto: reprodução - Tv Diário)
SITUAÇÃO Uma casa simples era o ponto dos vigaristas em Poá; quadrilha atraiu dezenas de vítimas, principalmente idosos. (Foto: reprodução – Tv Diário)

Terminou na noite desta quarta-feira o auto de prisão em flagrante, por estelionato e associação criminosa, em desfavor de quatro dos cinco integrantes de uma quadrilha que mantinham há cerca de dois meses uma financeira clandestina em uma casa localizada na rua Voluntário da Pátria, 6, no Jardim Teresa Palma, em Poá.

O bando era liderado por Marlos Diego Suzart de Oliveira, de 31 anos, o qual ainda não havia sido detido no final da tarde de ontem. O grupo atraiu dezenas de vítimas, principalmente idosos, e aplicava golpes tipo empréstimos e outras modalidades de financiamento.

Os acusados de estelionato são Eliane Silva Albuquerque, de 41 anos, companheira de Marlos Diego, o qual não se encontrava na falsa financeira na hora da prisão. Além dela, estariam envolvidos nas ações Marcos Antonio Ramalho da Silva, de 34 anos, Bruno Albuquerque Pereira, de 24 anos, e também o criminoso Dhionata Ferreira, de 24 anos. Ontem de manhã, eles participaram da audiência de custódia no Fórum de Mogi

Durante as buscas na residência, que servia como local para a prática dos estelionatos, foram apreendidos computadores e 17 cadernos com anotações que servem como provas dos golpes cometidos pelo grupo. Em um deles havia informações sobre as vítimas lesadas. Quatro celulares usados pelos marginais foram retidos, assim como dois veículos: Meriva e Ford Fiesta.

Mãe de quatro filhos, Eliane Silva, é amante de Marlos. Ela confessou que já possui antecedentes criminais por tráfico de drogas, porém resolveu ficar calada quando foi interrogada pela Polícia Civil para falar sobre a financeira clandestina, a exemplo dos seus comparsas.

Deixe seu comentário