CASO

Polícia impede distribuição de drogas em Mogi no Carnaval

DESTINO 2,5 quilos de maconha foram apreendidos no Terminal Rodoviário de Mogi das Cruzes
DESTINO 2,5 quilos de maconha foram apreendidos no Terminal Rodoviário de Mogi das Cruzes

Continuava ontem encarcerado o acusado de tráfico Caíque Vinicius Martins da Silva, de 22 anos, que reside no Jardim Santos Dumont, em Mogi das Cruzes. Ele foi capturado na noite da última sexta-feira no Terminal Rodoviário, no Centro Cívico, após ação que reuniu policiais civis da Dise (Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes) e do Garra (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos). No local, em uma mochila portada pelo acusado havia 800 buchas de maconha, num total de aproximadamente 2,5 quilos. O entorpecente iria ser vendido durante o Carnaval.

As equipes escoltaram Caíque Vinicius ao Distrito Central, onde o delegado Daniel Miragaia e o escrivão Marcos Passos autuaram em flagrante o suspeito por tráfico.

A Polícia Civil apurou que o indiciado somente tinha uma passagem por violência doméstica. A maconha ficou apreendida e foi enviada à Polícia Científica, onde seria submetida a exames. O resultado irá comprovar o crime.

A informação sobre o transporte do entorpecente chegou ao conhecimento do investigador chefe Alexandre Costa, da Dise, o qual pediu apoio ao investigador chefe Paulo Pagano, do Garra, e sob a coordenação do delegado titular Eduardo Boigues foram mobilizados os policiais Duílio Donizete, Sardinha Boris, Kléber e Fábio.

Ao falar com os agentes, Caíque afirmou que “trouxe a maconha da Capital e estava encarregado de abastecer os pontos de drogas localizados em Mogi durante o Carnaval”.


Deixe seu comentário