COMBATE

Polícia Militar divulga resultado de operação conjunta entre batalhões para redução de crimes

Equipes armadas percorrem Mogi e Região do Alto Tietê, visando prender criminosos. (Foto: Divulgação)
Equipes armadas percorrem Mogi e Região do Alto Tietê, visando prender criminosos. (Foto: Divulgação)

O coronel Wagner Tadeu Silva Prado, comandante do CPAM-12 (Comando de Área Metropolitana), que engloba os três Batalhões – 17º, em Mogi; 32º, em Suzano; e 35º, em Itaquaquecetuba, divulgou ontem em nota à imprensa a redução dos índices de criminalidade em Mogi das cruzes e nas demais cidades da Região do Alto Tietê. Ele atribuiu o sucesso atingido nas estatísticas às diversas operações e prisões em flagrante promovidas pela Corporação, entre as quais, a denominada “Operação Direção Segura” e “Operação Força Total”.

O índice de homicídio doloso (com intenção) caiu de 115, em 2017, para 110, em 2018; roubo 8.250 para 7.481; furto de veículo – 3.005/2.759; roubo de veículo 2791/2.683; roubo de carga – 274/258; latrocínio (matar para roubar) 13/11; e estupro – 371/454.

Nas informações do CPAM-12 é destacado ainda que “o único índice criminal na Região que teve aumento no comparativo entre 2017 e 2018 foi o crime de estupro na ordem de 22,4%, tal como ocorrera no Estado de São Paulo, entretanto, sob o aspecto técnico-policial cabe evidenciar QUE essa discrepância entre o número de delitos de um período para o outro refere-se ao estupro de vulneráveis que ocorre dentro das próprias residências junto ao convívio de famílias e pessoas próximas à vítima”.

O melhor resultado da história foi concedido pelo coronel Wagner Prado à cidade de Mogi das Cruzes, baseando-se na taxa de delitos utilizada pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) por 100 mil habitantes. Em 2017, a taxa foi de 4,53 e em 2018 – 5,85. Os dois dados ficaram abaixo da estatística do Estado de São Paulo, que atingiu 6,70 e 7,54, respectivamente nos mesmos períodos.

“Mogi é bom frisar que alcançou os melhores índices nos últimos 20 anos”, comemorou o oficial superior.