CASO

Polícia Militar prende dois homens em desmanche em Mogi

DIÁRIO

Dois homens acusados de receptação foram removidos na madrugada de sexta-feira à Cadeia Pública de Mogi das Cruzes. Eles foram capturados por policiais militares do 17º BPM/M, comandados pelo tenente Anselmo Almeida, no desmanche localizado em um sítio na rua Quatorze, no Parque São Martinho, onde havia veículos furtados e roubados, peças automotivas de carros desmontados, ferramentas, diversas placas e outros objetos.

A Polícia Militar agiu depois de receber denúncia de Igor Danilo da Silveira, de 40 anos. Ele teve o seu Ford F-1000 furtado em Mogi no último dia 3 e soube que a picape estava sendo desmanchada naquele local, sendo que foram apreendidas três rodas do seu veículo. Na mesma situação estava a Parati furtada de Teodoro Lopes, já com placa adulterada e motor furtado.

O desmanche foi cercado pelo tenente Anselmo, o aspirante a oficial Dominiaki e os cabos Wagner e Reverton, da equipe de Comando de Força Patrulha. No sítio havia dois galpões onde os automóveis eram desmontados e modificados também com a intenção de serem comercializados.

Os presos foram escoltados ao Distrito Central e autuados em flagrante pelo delegado Daniel Miragaia e o escrivão Valdir Macedo por receptação dolosa (com intenção) qualificada. Os acusados que já se encontram na Cadeia de Mogi são o auxiliar de serralheiro Osvaldo Teixeira de Melo, de 37 anos, morador no Jardim Layr, e o ajudante Marcos Paulo da Silva, de 31 anos, residente no Jardim Aeroporto II. A dupla negou envolvimento com desmanche, apenas Osvaldo disse ter conhecimento que adquiriu a Parati furtada.


Deixe seu comentário