SEGURANÇA

Polícia Militar promete plano para Taboão

JUNTOS Diretoria da Agestab se reuniu com comandante do 17º Batalhão, major Welington Protásio. (Foto: divulgação)
JUNTOS Diretoria da Agestab se reuniu com comandante do 17º Batalhão, major Welington Protásio. (Foto: divulgação)

O comandante do 17º Batalhão da Polícia Militar, major Welington Leite Protásio, prometeu elaborar um plano estratégico de policiamento para o Taboão, que aumentará a presença de viaturas no local. A iniciativa deve contar com a participação das viaturas que já fazem o patrulhamento na região, mas passaram a ter apoio da Força Tática, da Rota, Rocam (policiais com motos) e ronda escolar.

“Vamos mapear os horários, os setores e criar mecanismos para que não apenas o Taboão, mas toda a área de responsabilidade do 17º Batalhão tenha presença mais constante do policiamento”, afirmou o major Protásio.

O reforço no policiamento com retorno das blitze e maior presença de policiais foi levado pela diretoria da Associação Gestora do Distrito Industrial do Taboão (Agestab) ao comandante.

O presidente da Agestab, Osvaldo Baradel, afirmou a necessidade das medidas. “Recebemos relatos de furtos nos pontos de ônibus, além disso, carcaças de carros são abandonadas e tivermos casos de roubos a empresas. A presença constante de policiais automaticamente inibe a ação de criminosos”, afirmou Baradel.

Vice-presidente da Agestab, José Amilton Pessoa, avalia que a reunião foi importante para estreitar o relacionamento entre a associação gestora e o comando da PM. “Este trabalho de aproximação é contínuo e muito importante. A Agestab e o Taboão têm contribuído com ações para aumentar a segurança do distrito, mas é necessário que a Polícia se faça presente”, disse.

A Agestab instalou câmeras de monitoramento no Taboão. As imagens são acompanhadas 24 horas pelas polícias Militar e Civil e pela Central Integrada de Emergências Públicas (Ciemp). “Além das câmeras, que aumentam a nossa sensação de segurança, criamos grupos em aplicativos de celular e trocamos informações sobre as ocorrências e situações de emergência que ocorrem no distrito. A Polícia Militar também participa deste grupo”, contou Baradel.

Também participaram da reunião o 1º secretário da Agestab, Melchor Simão Barbosa, e o 2º secretário, Nelson Takeyoshi.