DESDOBRAMENTO

Polícia prende homem suspeito de participar de racha que terminou com mulher morta

Elisabete morreu no local; outras vítimas foram socorridas. (Foto: Carlos Leandro Canhete Cavalheiro - Arquivo Pessoal / Divulgação)
Elisabete morreu no local; outras vítimas foram socorridas. (Foto: Carlos Leandro Canhete Cavalheiro – Arquivo Pessoal / Divulgação)

Acusado de provocar um acidente com vítima fatal, às 18h55 deste sábado, na Rodovia Mogi-Dutra, km 44,5, o operador de máquina Janailson Lincoln dos Santos, de 35 anos, foi preso e autuado em flagrante por homicídio culposo (sem intenção) e lesão corporal. A determinação foi do delegado Carlos Eduardo Chrispim, do 2º Distrito Policial, em Braz Cubas.

De acordo com a Polícia Rodoviária, Janailson estaria tirando ‘racha’ com o seu Jeep/Renegade quando retornava do Litoral. Ele perdeu o controle, bateu no Fox Cross, de Danilo Messias Nogueira, e na traseira do Fiat Palio, de Edvar Baptista de Melo, de 59 anos, o qual se dirigia à Aruja.

O Fiat Palio capotou devido ao forte impacto. No local, faleceu a ocupante deste automóvel identificada como Elisabete Rodrigues Nunes de Mello, de 59 anos, e ficaram feridos os demais ocupantes Edvar de Melo, Nicole de Mello Abreu, de 15 anos e os seus irmãos Nicolas, de 17 anos, e Natália, de 15 anos. A família foi atendida na pista e removida por bombeiros ao Hospital Luzia de Pinho Melo.

Segundo o condutor do Fox Cross, Danilo Messias, o motorista do Jeep participava de um ‘racha’ com outro carro Hyundai/Sonmata, cujo motorista fugiu em alta velocidade. A Polícia apurou ainda que Janailson apresentava sinais de embriaguez. Ele negou estar tirando ‘racha” e afirmou apenas que “ eu fui fechado por um outro veículo e perdi o controle, vindo a causar o acidente”.