ZONA RURAL

Polícia prende suspeitos de homicídio

Três suspeitos de envolvimento na morte de um trabalhador rural, no bairro do Cocuera, foram presos pelo Setor de Homicídios de Mogi das Cruzes na última sexta-feira. O boletim de ocorrência registrado como queda acidental e morte suspeita foi feito no dia 11 de setembro.

A vítima Clayton Lima Santos de Oliveira, de 31 anos, segundo o documento, teria tentado descer um barranco, se desequilibrado, caído de uma altura de cerca de quatro metros e morrido na hora.

No entanto, a versão apresentada na época não convenceu a Polícia que passou a investigar o caso.

Na manhã de sexta-feira, três suspeitos foram presos por envolvimento na morte do trabalhador rural, que segundo a Polícia Civil, foi assassinado. Valmir Duarte, conhecido como Tinguá, Vagner Vinícius de Melo Duarte, o Vaguinho, filho do Tinguá, e Wellington Souza Moreira, o Táiner, prestaram depoimento e foram levados para a cadeia de Mogi.

Segundo o delegado Rubens José Ângelo, a investigação constatou que trata-se de um crime de homicídio porque o laudo necroscópico aponta traumatismo cranioencefálico por pauladas como causa da morte, sendo que o laudo revela ainda hematomas na parte traseira bem como na região frontal.

Ainda de acordo com a autoridade policial, os dois responderão pelo crime de homicídio duplamente qualificado e estão presos temporariamente por 30 dias.