CASO

Policial reage a assalto e mata acusado em Itaquaquecetuba

Silva, de 55 anos, da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, em Mogi das Cruzes, reagiu ao assalto, na manhã desta quinta-feira, e desferiu quatro tiros, matando um dos autores do roubo, Gabriel Messias Somaz, de 18 anos. O comparsa dele, não identificado até ontem, conseguiu escapar. A dupla agiu na rua Salermo, na Vila Ferreira, em Itaquaquecetuba.

O delegado Carlos Eduardo Chrispim, assistente da Delegacia Central, determinou o envio do boletim de ocorrência ao Setor de Homicídios de Mogi das Cruzes, o que acontecerá segunda-feira, com a meta de ser apurado os detalhes do confronto.

O policial Jorge contou que foi para Itaquá com o colega, o comerciante Ricardo Rezende da Silva, de 55 anos, também morador em Mogi, o qual pretendia comprar uma motocicleta que foi anunciada para a venda em um site comercial.

No local, eles foram surpreendidos por dois criminosos que anunciaram o assalto. Um dos marginais, depois reconhecido como Gabriel, chegou a disparar a arma dele, porém o projétil falhou. Naquele momento, o agente Jorge, experiente nessas situações, retirou a pistola automática ponto 40, que utiliza em serviço, e reagiu, vindo a balear o marginal.

Gabriel e o comparsa saíram correndo, porém ele caiu devido aos ferimentos e apesar de ser socorrido ao Hospital Santa Marcelina, veio a falecer. A Polícia Militar foi chamada, apreendeu o revólver, de calibre 38, usada por Gabriel, e apresentou a ocorrência na Delegacia Central.

Na semana passada caso semelhante aconteceu em Itaquá, sendo que um policial militar matou também um assaltante depois de ele e um cúmplice anunciar o roubo. A vítima também pretendia adquirir uma moto que estava à venda no site OLX.


Deixe seu comentário