META

Poupatempo aposta em serviços online

AVALIAÇÃO Pesquisa mostra que percentual de aceitação do Poupatempo em Mogi é de 100%. (Foto: Eisner Soares)
AVALIAÇÃO Pesquisa mostra que percentual de aceitação do Poupatempo em Mogi é de 100%. (Foto: Eisner Soares)

O Poupatempo pretende ampliar ainda mais os serviços para facilitar a vida dos cidadãos. O programa, que oferece rapidez e praticidade para resolver questões relacionadas à documentação, investe na digitalização do atendimento pelo sistema online. A atividade é bem avaliada pela população, já que pesquisa anual de satisfação obteve aprovação de 98,8% dos usuários dos 72 postos fixos e um móvel instalados no Estado. Em Mogi, o percentual de aceitação foi de 100%, mesmo índice registrado nas outras duas unidades do Alto Tietê: Suzano e Itaquaquecetuba.

O superintendente do Poupatempo, Ernesto Mascellani Neto, disse que a meta da Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (Prodesp), empresa que administra o programa, é aumentar o leque de serviços para garantir mais agilidade e comodidade aos usuários. O próximo passo, segundo ele, é investir em atendimento digital, para que as pessoas possam resolver questões pelo sistema online, sem ter que ir presencialmente ao local.

Ele explica que o Poupatempo “está se preparando para atender essa nova geração”, cada vez mais habituada as novas ferramentas tecnológicas. Em princípio serão oferecidos acesso à segunda via de documentos, mas em breve os serviços devem ser ampliados. O superintendente conta que são estudadas as possibilidades de atender os mutuários da Companhia Paulista de Desenvolvimento Habitacional (CDHU) e o trabalho com outras empresas públicas do Estado, como a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

Outra novidade do Poupatempo é a liberação do uso do cartão de débito para pagamento dos serviços. “Assim, a pessoa não precisará mais levar dinheiro para fazer os pagamentos. É uma forma de garantir a segurança e reduzir os riscos”, salienta Neto.

Hoje, todos os serviços já são agendados pela internet para que as pessoas não precisem enfrentar filas e possam ser atendidas com hora marcada, mas Neto alega que mesmo assim, ainda tem muitos que perdem tempo para ir aos postos de atendimento fazer o agendamento, sem necessidade. Ele esclarece que a medida ajuda distribuir melhor o fluxo durante o expediente dos postos, “e permite ao cidadão ganhar tempo”.

Os serviços mais utilizados no Poupatempo são como emissão de RG, CNH e carteira de trabalho. Em Mogi, a unidade atende diariamente cerca de 1,3 mil usuários. Apenas neste ano foram mais 118,5 mil pessoas passaram pelo posto, localizado no prédio do supermercado D’Avó, na Avenida Narciso Yague Guimarães.

A pesquisa de satisfação ouviu 100 pessoas na cidade. Deste total, 72 consideraram o serviço ótimo e 28 bom. A consulta foi feita pela empresa P2A Gestão em Informação, que entrevistou 7,3 mil cidadãos em todas as unidades paulistas.

Neto alega que os usuários também levam em consideração o nível do padrão Poupatempo. “Nossa meta são o respeito ao cidadão e a garantia da plenitude no atendimento da sua demanda”, reforça.