PPS vai se coligar apenas na eleição majoritária

O presidente do Diretório Municipal do PPS de Mogi, vereador Carlos Lucarefski, já está com uma chapa de 35 candidatos a vereador – 24 homens e 11 mulheres – para disputar as próximas eleições municipais e tentar eleger pelo menos três representantes na Câmara, dois no voto direto e mais um na sobra da legenda. O partido não pretende fazer coligação na eleição proporcional e, com isso, aproveitar ao máximo o potencial de seus candidatos, muitos dos quais já conquistaram boas votações em pleitos passados. Lucarefski pretende surpreender com concorrentes como Carlos Nakahara, dono de academia; Hélio Toko, do setor imobiliário; Tio Pepe, do transporte de recicláveis, e Neusa Monteiro, da Creche da Igreja Brasil para Cristo e atual coordenadora do PPS Mulher. Mesmo tendo relutado em assumir o comando do partido após a saída do deputado Gondim Teixeira, há quatro anos, Lucarefski vem conseguindo organizar outros setores específicos, como o PPS Jovem, sob o comando de Alessandro Cezar, que tem conseguido reunir moças e rapazes em workshops de motivação para a ação na política e encontros para incentivar atividades de campanha. Contando com o apoio dos deputados Alex Manente (federal e pró-impeachment) e Davi Zaia (estadual), o presidente Lucarefski já iniciou contatos para definir qual candidato a prefeito o partido irá apoiar nestas eleições. Ele evita dar pistas de seu favorito alegando que os entendimentos ainda estão incipientes, dada a indefinição geral do quadro. O PPS pretende se coligar na eleição majoritária (para prefeito) e enquanto não define o nome, o vereador dá continuidade ao trabalho do “Gabinete de Rua”, em que ele monta uma estrutura itinerante nos bairros para atender pessoalmente aos pedidos dos eleitores. A ação já lhe rendeu 14 mil cadastros de pessoas atendidas desde que se elegeu e adotou o trabalho como referência de seu mandato. Candidato à reeleição, ele terá de se valer das fichas e da ajuda dos amigos da Assembleia de Deus para buscar votos. Afinal, o enorme boneco que reproduzia sua imagem e percorria toda a Cidade na campanha passada, não poderá ser mais usado. A lei eleitoral não permite mais.

Em Suzano
O filósofo Mário Sérgio Cortella fará palestra sobre o tema “Educação e Construção da Cidadania”, a partir das 9 horas de hoje, na Igreja de São Sebastião, na Praça João Pessoa, Centro de Suzano. Em seguida, também abordará o mesmo assunto o escritor mineiro Rudá Guedes Ricci. Os eventos serão promovidos pela Escola de Cidadania da Diocese de Mogi, que pede um quilo de alimento não perecível aos que forem acompanhar os palestrantes.

Tropeção
O deputado estadual Marcos Damásio (PR) se empolgou ao saudar o governador Geraldo Alckmin (PSDB) que veio visitar o início das obras de duplicação da futura Avenida das Orquídeas (antiga Guilherme Giorgi), na quinta-feira, e acabou saindo-se com esta: “É uma honra estar aqui para entregar uma grande obra, que vai começar hoje”.

Celebração
Entre 5 e 22 de maio, os fiéis católicos reunidos em torno da devoção a Santo Ângelo promovem, na histórica capela e no vilarejo de entorno a Festa de Santo Ângelo, uma dentre as mais antigas e tradicionais celebrações da Cidade. O apogeu será nos dias 21 e 22 de maio, com procissões, missas e quermesse

Falecimento
Foi sepultado, ontem à tarde, no Cemitério São Salvador, o corpo do advogado Hugo de Almeida Castro, que faleceu aos 75 anos, no Hospital Oswaldo Cruz, em São Paulo, após lutar contra um câncer no fígado. Formado numa das primeiras turmas da Faculdade de Direito Braz Cubas, ele esteve à frente, por um longo tempo, de um dos maiores escritórios de Contabilidade da Cidade. Advogou até uma década atrás, quando passou a cuidar da empresa Visível, que terceirizava serviços de limpeza. Casado com Ditinha Castro, deixou as filhas Mônica, Élida, Mara, Andréia e o filho Hugo, além de quatro netos.

COTIDIANO

Triste situação em que se encontra o Rio Tietê na altura da Avenida Valentina Borenstein, enquanto a limpeza prometida não vem / Foto: Edson Martins
Triste situação em que se encontra o Rio Tietê na altura da Avenida Valentina Borenstein, enquanto a limpeza prometida não vem / Foto: Edson Martins

FRASE

Vamos ter meses difíceis, pois você não resolve o problema econômico com pomada mágica.

Geraldo Alckmin (PSDB) falando da política atual, durante visita a Mogi, na quinta-feira