POLÍCIA CIVIL

Prefeitura de Ferraz comete crime ambiental

CENA Acúmulo de resíduos sólidos foi encontrado pela Polícia. (Foto: divulgação)
CENA Acúmulo de resíduos sólidos foi encontrado pela Polícia. (Foto: divulgação)

Acúmulo de resíduos sólidos na Avenida Dom Pedro II, foi encontrado ontem pelos investigadores Débora e Militão, da Delegacia do Meio Ambiente, em Mogi das Cruzes, próximo a um curso de água do Rio Guaió, em Ferraz de Vasconcelos.

Um funcionáruio público identificado pela equipe como “Cleverson” afirmou que o terreno pertence à Prefeitura Municipal daquela cidade. A Secretaria de Obras esclareceu aos policiais já na delegacia, em Braz Cubas, que a licença estava em ordem. Mas segundo o delegado titular Francisco Del Poente, “a documentação apresentada não condiz com as atividades que estavam executando”.

Diante da situação, o delegado Del Poente determinou a elaboração de Termo Circunstanciado, que dispõe sobre “fazer funcionar serviços potencialmente poluidores, contrariando as normas legais e regulamentares pertinentes”, sendo os autores do crime ambiental, o secretário municipal de obras, Antonio Carlos dos Santos Ferreira e o funcionário Neudir Ferreira da Rocha.

Após a conclusão do documento eles foram liberados. O procedimento de Polícia Judiciária ainda será encaminhado à Justiça. Nesta ação policial, além de Débora e Militão, a autoridade disse que mobilizou o investigador chefe Cardoso e o escrivão chefe Ismael.