VIOLÊNCIA

Preso dois suspeitos de agredir mulheres em Mogi das Cruzes

Por volta das 2 horas da madrugada de sexta-feira (31), um açougueiro de 45 anos foi preso depois de agredir a companheira, uma atendente de 31 anos, na casa do casal, no bairo Mogi Moderno, em Mogi das Cruzes. À Polícia Militar a mulher contou que durante uma discussão foi agredida pelo marido no rosto e no braço.

Na versão do açougueiro, depois da discussão ele teria tentado sair de casa, mas a mulher teria o segurado. Nesse momento de esquiva ele diz ter afastado as mãos dela do seu corpo. Os policiais relataram que a mulher tinha marcas no rosto e no braço, e a vítima foi encaminhada à Santa Casa de Misericórdia local, onde foi atendida e liberada.

No 1º Distrito Policial, a mulher afirmou ter visto a imagem de uma mulher no celular do companheiro, e que após isso ele passou a ofendê-la e agredi-la. O açougueiro voltou a admitir a discussão, porém negou a agressão. O homem foi preso e vai responder por violência doméstica e lesão corporal.

Mais um caso de agressão à mulher

Policiais e guardas municipais foram acionados na noite de quinta-feira (30) para atender uma ocorrência na Vila Jundiaí, em Mogi das Cruzes, onde um comerciante de 33 anos agrediu a companheira de 19 anos na casa onde moram, juntos.

Os guardas relatam terem encontrado o comerciante, que confirmou que teve um desentendimento com a esposa. Dentro do imóvel a jovem contou aos agentes que foi agredida pelo companheiro com socos e chutes. Suspeito de agressão, o homem foi levado para o 1º Distrito Policial.

Já a mulher foi encaminhada ao Hospital Luzia de Pinho Melo, onde foi atendida e liberada.

Na delegacia, o comerciante admitiu novamente ter se desentendido com a companheira, mas continuou negando as agressões. Independente disso ele foi preso e encaminhado para a cadeia de Mogi.

As informações sobre as duas ocorrências são do G1.