INFORMAÇÃO

Primeiro passo para o condomínio industrial

Empresa de logística pode ser embrião de um conjunto de indústrias

Depois de haver negociado a manutenção na cidade da unidade do Spani atacadista, o prefeito Marcus Melo (PSDB) comemorou, ontem, os resultados de uma nova articulação para impedir que a G2L, unidade de logística do grupo Gerdau, concentrasse todas as suas atividades no município de Guarulhos. Após uma longa articulação, em meio às incertezas provocadas pela pandemia do novo coronavírus, Melo pôde comemorar, ontem pela manhã, o anúncio da instalação de uma base da G2L na área ocupada pela metalúrgica Gerdau, no bairro do Socorro, onde deverão trabalhar 60 funcionários para garantirem um faturamento inicial de R$ 60 milhões/ano. A presença da G2L, no entanto, pode ser o primeiro grande passo para a transformação da área, com 1,5 milhão de metros quadrados – que no passado abrigou a Siderúrgica Aços Anhanguera, do Grupo Azevedo Antunes, inaugurada na década de 60, pelo então presidente Castello Branco –, num condomínio industrial, já com algumas empresas engatilhadas. Uma delas é a indiana Mahindra, uma das maiores fábricas de tratores de todo o mundo, cujos dirigentes no Brasil aguardam o fim da pandemia para receberem o sinal verde da matriz e, com ele, o início da construção de uma fábrica, no País. A Mahindra se empolgou com a possível operação num espaço já dotado de infraestrutura e, especialmente, de um ramal ferroviário, fundamental para o escoamento de sua futura produção. A G2L também tem planos para atuar ao lado da Mahindra que espera trazer consigo uma série de pequenos fornecedores para se instalarem à sua volta, facilitando a logística das peças para seus tratores e outras máquinas. Junto com o grande atrativo do ramal ferroviário, o futuro condomínio deverá contar também com mais uma etapa da Via Perimetral para ligar o trecho da Avenida Francisco Rodrigues Filho, em César, à Mogi-Salesópolis, na altura do Cocuera, obra que fará parte do projeto +Mogi Ecotietê, passando nos fundos da área industrial, próxima ao rio Tietê. Enfim, há uma conjunção de fatores a serem disparados a partir do fim da atual pandemia. Algo que poderá trazer uma grande onda de desenvolvimento para a cidade.

Visita

Inspirada em um médico que se fantasiou de dinossauro para abraçar seu filho em segurança, uma família de São José dos Campos resolveu inovar ao visitar a avó, dona Maria de Lourdes Gonçalves, de 85 anos, em Mogi. O neto Renan alugou fantasias de gorila, tiranossauro e de Minnie, para que ele, seu pai e a mãe, fizessem uma surpresa antecipada do Dia das Mães. Devidamente caracterizados com as fantasias esterilizadas, eles foram recebidos pela matriarca que, a princípio assustada, acabou chorando de emoção, abraçada à filha Minnie, ou melhor, Rita de Cássia.

Agência

O secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Bianco Leal, baixou uma nova portaria, nesta semana, revogando as mudanças anunciadas em abril do ano passado e janeiro deste ano e mantendo em Mogi das Cruzes uma Agência Regional do Trabalho. Esta, por sua vez, estará diretamente vinculada à Gerência Regional do Trabalho, com sede no município de Guarulhos.

Na Câmara

O secretário Henrique Naufel, de Saúde, estará na Câmara Municipal, às 11 horas da próxima terça-feira (12). Irá responder aos questionamentos de vereadores sobre os efeitos da pandemia na cidade e medidas tomadas para conter o coronavírus. Haverá indagações sobre investimentos com o hospital de campanha e outras ações lideradas pela Prefeitura. Naufel deverá falar também sobre os leitos vazios do Hospital Dr. Arnaldo, ainda que a estrutura esteja subordinada ao Estado. A reunião presencial e online será baseada no plenário, com transmissão ao vivo pela TV Câmara.

Frase

Enquanto tem corpo em frigorífico, estão falando em futebol.

Alexandre Kalil, prefeito de Belo Horizonte (MG), ex-presidente do Atlético Mineiro, contra a volta do futebol neste momento da pandemia


Deixe seu comentário