INFORMAÇÃO

Projetos da cidade voltam a ser premiados na Capital

Sala do Empreendedor e Polo Digital foram reconhecidos por entidade

O prefeito Marcus Melo (PSDB) irá receber dois prêmios por projetos desenvolvidos durante a sua administração, voltados para a área do empreendedorismo e sustentabilidade. Será na noite de segunda-feira, no Transamerica Expo Center, em São Paulo, onde acontecerá o congresso do Instituto Smart City Business America, uma entidade sem fins lucrativos que se apresenta como uma grande plataforma de discussões e geração de negócios em torno do ecossistema das cidades. Melo irá receber o prêmio InovaCidade por duas atividades implementadas em Mogi e que já foram reconhecidas também com prêmios pelo Sebrae, recentemente. O destaque para a cidade veio por conta, inicialmente, do projeto do Polo Digital, instalado no espaço anteriormente ocupado pela Incubadora de Empresas, em César de Souza, e voltado para incentivar a criação na cidade de startups, empresas voltadas para a área de inovação e evolução, que busca reter em Mogi os jovens que desenvolvem projetos na área da informática, especialmente aqueles voltados para a solução de problemas ligados à cidade e seus problemas. Inúmeros planos estão sendo desenvolvidos naquele espaço que se tornou uma espécie de referência para muitos desses especialistas que acabavam indo para São Paulo em busca de espaço onde pudessem trocar informações e desenvolver seus projetos. A Sala do Empreendedor é mais uma inovação colocada em prática no município e que tem como objetivo impulsionar o empreendedorismo, buscando facilitar a vida e os negócios daqueles que desejam empreender na cidade. Um dos principais aspectos desenvolvidos pela Sala é tornar menos burocrático os processos de abertura e fechamento de novas empresas por quem estiver interessado em empreender em Mogi das Cruzes. Para quem estiver com a documentação em ordem, uma empresa é aberta em, no máximo, 48 horas, bem diferente dos caminhos tradicionais onde a burocracia torna esse prazo muito mais dilatado. A Sala também serve para abreviar algo ainda mais complicado, que é o processo de fechamento de uma empresa, algo que costuma levar um tempo enorme pelas vias tradicionais. Na tarde de terça-feira, o prefeito de Mogi voltará ao congresso para apresentar estes dois projetos aos participantes e mostrar a eles o caminho das pedras que poderá ser adotado em suas respectivas cidades, já que o congresso é frequentado especialmente por prefeitos e administradores em geral.

Prêmio

O professor Josemir Ferraz de Campos escreve: “Gostei muito de sua coluna desta quinta-feira, com a história desse grande compositor da música sertaneja nascido em Mogi das Cruzes. Como você bem disse, ao que parece, ele nunca foi homenageado em sua terra natal. Assim, humildemente, desde já comunico que o Festival da Música Sertaneja Raiz do Cantinho da Viola da Festa do Divino de 2020 irá oferecer aos participantes vencedores o “Prêmio Anacleto Rosas Júnior”.

Tietê

Na próxima quarta-feira (24), Mogi deverá sediar reunião do Comitê da Bacia Hidrográfica do Alto Tietê, no auditório da Prefeitura Municipal, a partir de 9 horas. Será a primeira sob o comando do atual presidente, o prefeito Marcus Melo, onde serão discutidos assuntos relacionados à situação atual do rio na região. O Comitê é integrado por 18 membros ligados ao Estado, 18 indicados pelos municípios, os prefeitos da região ou representantes por eles indicados, além de outros 18 da sociedade civil, divididos entre universidades, usuários de água, associações técnicas, sindicatos.

Desafio

Um desafio às autoridades mogianas: unificar a denominação “Avenida das Orquídeas”, ao longo de toda a sua extensão, no trecho que corta Mogi. Mal foi inaugurada e a via já está dividida entre “Orquídeas” e um pequeno trecho da antiga Guilherme Giorgi, entre Jundiapeba e a divisa com Suzano, onde recebe o nome de avenida Jorge Bei Maluf. A unificação da denominação do trecho mogiano facilitaria sua identificação. Assim como algumas outras vias da cidade. Quanto a Guilherme Giorgi, o empresário poderia ter seu nome transferido para alguma outra via do distrito, onde ele manteve, por algum tempo, a Brasil Viscose.

Carnaval!

Depois do sucesso de “Mogi Também é Música”, o escritor Roberto Bordin já trabalha em seu futuro livro, programado para ser lançado em meados de abril do próximo ano. Trata-se de mais uma pesquisa musical feita na cidade, desta vez aliada à história do Carnaval dos clubes e dos tradicionais desfiles de rua de escolas de samba e blocos mogianos. “Rei Momo Passa por Mogi” já tem pesquisa concluída até 1974. O autor vai iniciar a segunda etapa dos levantamentos históricos.

Frase

Se a única coisa de que o homem terá certeza é a morte; a única certeza do brasileiro é o carnaval no próximo ano.

Graciliano Ramos (1892-1953), romancista, cronista, contista, jornalista, político, militante comunista e memorialista brasileiro do século XX

Deixe seu comentário