POLÍCIA

Quadrilha da marcha à ré age em mais um comércio em Mogi

Alvo desta vez foi uma loja na Rua Doutor Ricardo Vilela, no Centro de Mogi. (Foto: Eisner Soares)
Alvo desta vez foi uma loja na Rua Doutor Ricardo Vilela, no Centro de Mogi. (Foto: Eisner Soares)

A quadrilha da marcha à ré, como foi denominado ontem por policiais o grupo formado por até quatro ladrões, agiu ontem de madrugada em uma das unidades das Lojas Cem localizada na Rua Dr. Ricardo Vilela, na região central de Mogi das Cruzes. Ousados, os criminosos utilizaram um veículo e arrombaram a porta. No final da tarde, a Polícia Civil ainda não havia recebido oficialmente a queixa do furto no Distrito Central, apenas a Polícia Militar adotou as primeiras medidas orientando a gerência de como deveria proceder após concluir os levantamentos dos produtos eletroeletrônicos, celular e demais equipamentos furtados.

A ação de marginais está se tornando rotina na Cidade, aumentando a preocupação de comerciantes. Os ataques às grandes redes ainda estão sendo investigados, mas ontem, conforme apurou a reportagem, nenhum caso havia sido solucionado.

Recentemente, as Lojas Cem sofreu tentativa de furto em sua unidade de César de Souza. Dois ladrões invadiram uma casa ao lado e fizeram buraco na parede. No momento em que entravam no estabelecimento, o sistema de alarme soou e ele fugiram, furtando uma motocicleta e outros objetos da residência.

A loja das Casas Bahia, no Mogi Shopping, também sofreu a ação de bandido que à noite permaneceu escondido no estabelecimento e pela manhã fugiu com a mochila repleta de celulares. Na hora, ninguém notou a ação do criminoso.

O Hipermercado Extra, no Bairro do Mogilar, também foi alvo de uma quadrilha de assaltantes, entre os integrantes estavam um adolescente e uma mulher. O bando teria levado dezenas de celulares, causando prejuízo estimado em R$ 70 mil.


Deixe seu comentário