POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL

Quatro baloeiros presos em flagrante em Salesópolis

APREENSÃO Balão servira como prova dos crimes no Fórum. (Foto/ Divulgação)
APREENSÃO Balão servirá como prova dos crimes no Fórum. (Foto/ Divulgação)

Quatro baloeiros foram capturados no último sábado na rua Pedro Rodrigues Camargo Neto, no bairro Binho Cardoso, em Salesópolis, sob a acusação de crime ambiental e associação criminosa. O delegado titular em exercício César Donizeti Benedicto, também assistente da Delegacia Seccional de Polícia de Mogi das Cruzes, autuou em flagrante os acusados baseado na Lei 9605/98, que dispõe sobre fabricar, vender, transportar ou soltar balões – artigo 42.

A situação do bando que reside na zona leste da Capital se agravou porque também irão responder por associação criminosa, conforme esclareceu a autoridade ontem a O Diário.

Os autuados foram identificados como Yuri Muhringer Basseto, de 29 anos, Fernando Aldaves, de 37 anos, Wendel Duarte Assumpção, de 25 anos, e Emerson Roberto Domingues, de 45 anos.

O delegado César Donizeti ainda apreendeu quatro celulares pertencentes aos suspeitos que contém mensagens sobre o balão e dois veículos: Renault Clio, de Yuri Basseto, e Fiat Siena, de Fernando Aldaves.

Os policiais Bruno Tassini Júnior e Uerlandes Nunes de Lemos, da Polícia Militar Ambiental, contaram ao delegado César Donizeti que avistaram o balão e começaram acompanhar a sua rota, sendo que viram quando ele caiu no alto de um morro. No local, detiveram Fernando Aldaves que já estava com a “cangalha” e uma bandeira. Nas proximidades estava Emerson Roberto. A intenção era colocar novamente o balão no ar, conforme os policiais.

Na sequência das diligências, a equipe da PM Ambiental capturou Yuri Basseto e Wendel Duarte num posto de gasolina, aguardando os amigos. No Renault Clio, ocupado pelos dois, foram encontrados apetrechos para a produção de balão. Os autores de crime ambiental alegaram que estava em Salesópolis apenas a passeio.