INFORMAÇÃO

Quem ainda se lembra do heliponto para o Luzia?

Promessa do governo passado, obra ainda continua esquecida

No final do mês de maio, durante encontro com jornalistas do interior do Estado, o governador João Doria (PSDB) e um representante da Secretaria da Saúde se mostraram surpresos com uma questão levantada por este jornal sobre o projeto para instalação de um heliponto no Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes. Ainda no início da atual administração, os representantes governamentais alegaram desconhecimento da promessa feita à cidade por seus antecessores no cargo. No entanto, diante da exposição que acabara de ouvir, Doria concordou plenamente com a necessidade de tal melhoria, pois conforme ele mesmo admitiu, a facilidade na chegada de pacientes ao hospital poderia ajudar a salvar vidas. Doria prometeu se inteirar do caso, por meio de assessores da área da Saúde para se posicionar sobre o assunto, quem sabe num próximo encontro, que ainda não aconteceu. O certo é que depois disso, este jornal tentou, sem sucesso, obter informações sobre o assunto junto à Secretaria da Saúde. O certo é que quase cinco meses já se passaram e, até agora, tudo continua na estaca zero. A simples demarcação de espaço para descida de helicópteros no interior do hospital, com registro junto ao Ministério da Aeronáutica, continua sendo uma aspiração da cidade e dos responsáveis pelo atendimento de urgência a vítimas em geral. O mais importante hospital público do Alto Tietê continua sem contar com um heliponto, enquanto o socorro aéreo de vítimas, em especial de acidentes que ocorrem nas estradas da região é feito a prestações. Os feridos recolhidos nos locais das ocorrências são levados, inicialmente, para a sede do Corpo de Bombeiros de Mogi, no bairro do Shangai, e só depois de colocados em ambulâncias são conduzidos para o Pronto-Socorro do Luzia, no Mogilar, num trajeto que, apesar de relativamente curto, passa obrigatoriamente por ruas de tráfego intenso e, por isso mesmo, quase sempre congestionadas. Só então virá a esperado atendimento. Antigos secretários de Saúde do Estado, como David Uip, por exemplo, chegaram a prometer solenemente o tal benefício que, entretanto continua no rol das obras asseguradas e não executadas. Como a ponte sobre o rio Tietê, no bairro do Rio Abaixo, adiada para o início do próximo ano.

Simplificando

Simplificando a política” é o tema a ser abordado por três palestrantes do Partido Novo, amanhã, a partir das 18 horas, no auditório do Sincomércio, em Mogi. O evento que pretende lançar luzes sobre a atuação e conscientização política para os integrantes do partido e demais convidados contará com as presenças do deputado federal Vinicius Poit, deputado estadual Sérgio Victor e do empreendedor Charles Bonafé. Os participantes deverão levar um quilo de alimento não perecível para doação a instituições de caridade.

Bons…

Já está em casa – e passando muito bem – o repórter fotográfico deste jornal, Eisner Soares, submetido a uma cirurgia para retirada de um rim, no início desta semana, no Hospital Santana, em Mogi das Cruzes, pela equipe do médico Guilherme Ruiz Martins Brites da Silva. Ele foi operado na segunda-feira e, no dia seguinte, recebeu alta médica.

…sinais

Quem também se recupera de maneira mais que positiva é o cirurgião dentista e empresário Miguel Nagib, que na terça-feira, submeteu-se uma cirurgia para colocação de prótese no quadril. Após deixar a UTI, ontem pela manhã, ele iniciou o processo de fisioterapia, com esperança de deixar o Hospital Oswaldo Cruz, na Capital, já neste final de semana.

Fim de linha

Depois de algumas tentativas frustradas de ingressar na política, o advogdo José Beraldo decidiu jogar a toalha. Em definitivo. Ao visitar este jornal, nesta semana, o causídico garantiu: “Política, nunca mais!”. E prometeu continuar cuidando de seus escritórios de advocacia, em Mogi e São Paulo.

No Brasil de hoje, os cidadãos têm medo do futuro. Os políticos têm medo do passado.

Chico Anysio (1931-2012), humorista, ator, comentarista, compositor, escritor, pintor, radialista e roteirista brasileiro

Deixe seu comentário