SETOR DE HOMICÍDIOS

Rapaz teve morte natural durante briga em Jundiapeba

(Foto: arquivo)
DÚVIDA Polícia Civil apurava morte de Wesley desde 2018. (Foto: divulgação)

Ao concluir o inquérito que apurava a causa da morte de Wesley Cardoso de Souza, de 20 anos, em meio à uma briga que aconteceu no dia 22 de abril do ano passado, na Rua José da Silva Barreto, em Jundiapeba, o delegado titular Rubens José Angelo, do Setor de Homicídios de Mogi das Cruzes, apurou que Wesley teve morte natural.

“Ele (Wesley) recebeu realmente uma cabeçada, porém a agressão não provocou a sua morte, pois o rapaz foi acometido de insuficiência respiratória e edema agudo pulmonar”, disse o delegado Rubens Angelo a O Diário.

Segundo ele relatou, “na época a ocorrência chegou a ser registrada como homicídio doloso (com intenção) na delegacia e até foi indicado um suposto agressor que seria Clayton, mas o laudo da necropsia elaborado pelo Instituto Médico Legal de Mogi declinou a verdadeira causa da morte da vítima”.


Deixe seu comentário