FENÔMENO

Reflexos de ciclone bomba no Sul do Brasil trazem ventos de até 50 km/h a Mogi

DIÁRIO

As ventanias do fenômeno climático conhecido como ciclone bomba que atingiu a região Sul do País no início da semana – causando uma onda de estragos -, chegaram também a Mogi das Cruzes e região. Entre a noite desta terça-feira (30) e a manhã de quarta-feira (1), foram registradas rajadas entre 26 km/h até 50 km/h no município. Todo o Estado de São Paulo segue em alerta.

Reflexo do fenômeno, no início da tarde desta quarta-feira, foi registrada a queda de uma árvore sobre a rede de energia elétrica na avenida Cavalheiro Nami Jafet, na Vila Industrial. Ninguém ficou ferido. A ocorrência foi atendida por equipes da Prefeitura, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e da concessionária EDP. Agentes municipais de trânsito controlaram o trânsito na via durante o período de trabalho.

Em nota encaminhada a O Diário, a Defesa Civil de Mogi das Cruzes informa que “vem acompanhando a situação dos ventos no município com monitoramento da situação na cidade feito pelos agentes, por meio de sites especializados e junto à Defesa Civil do Estado”.

Especialistas avisam que alguns pontos do Estado de São Paulo pode continuar sentido efeitos do ciclone bomba nesta quinta-feira (2), com ventos em menor intensidade do que o observado na região sul, mas que podem chegar até 80km/h. A ventania está concentrada no litoral gaúcho desde a noite de terça-feira, segundo informações do portal Climatempo. Nesta região os ventos chegaram a 120 km/h, o equivalente a um furacão de categoria 1 na escala Saffir-Simpson.


Deixe seu comentário