INFORMAÇÃO

Repercussões e indefinições políticas do próximo pleito

Políticos se equilibram com os pés nas canoas de Melo e Bertaiolli

Repercutiram intensamente nos meios políticos locais as declarações do prefeito em exercício Juliano Abe (MDB), à coluna de ontem. Inclusive em seu próprio partido, onde as atenções se voltaram para o desejo manifestado por ele de novamente disputar o cargo de vice-prefeito de Mogi em uma provável chapa encabeçada por Marcus Melo (PSDB). Do comando do partido veio a sinalização de que ainda é cedo para se falar em definições, já que muita negociação ainda virá por aí e “muita água ainda deverá passar sob a ponte sucessória”. Na verdade, mesmo que alguns insistam em dizer que as divergências entre o prefeito Melo e o ex-prefeito e deputado federal Marco Bertaiolli (PSD) são apenas superficiais, há também os que veem nisso uma barreira para planos eleitorais imediatos, preferindo pagar para ver se a propalada unidade será confirmada no período pré-eleitoral, na definição das candidaturas. Há quem aposte, por exemplo, que Bertaiolli ainda poderá se candidatar a prefeito, partindo para um confronto direto com o seu antigo aliado Marcus Melo. A maioria, porém, acredita que o deputado federal começa a ganhar corpo em Brasília e, portanto, não daria um passo atrás numa carreira que está começando a decolar na esfera federal. Por via das dúvidas, vereadores preferem dividir os pés entre as canoas de Melo e de Bertaiolli. Eles sabem que não podem se indispor com o prefeito, que tem a chave do cofre e das obras, mas também não podem ficar mal com Bertaiolli, que possui poder político e a chance de voltar a disputar a Prefeitura. A divisão chega a alcançar aspectos curiosos, como ocorreu recentemente com um trio de vereadores, de presença constante no gabinete de Melo, que se dirigiu até o escritório de Bertaiolli para lhe entregar uma escultura do artista mogiano Rodrigo Bittencourt, composta por signos da cidade, como a pomba do Divino, a Cruz do Século, o Hospital de Braz Cubas, o Pico do Urubu e Câmara Municipal, sob a alegação de que o mimo seria para enfeitar o gabinete do deputado, em Brasília. E é assim – acendendo uma vela para cada santo – que se espera o tempo passar, até a chegada do momento das decisões finais. Até lá, certamente, não faltarão muito diz-que-diz-que de bastidores, insinuações e até algumas fake news.Tudo isso, assistido de camarote pelos eleitores que, até agora, observam o cenário com sinais de indiferença, sabendo que, em breve, serão chamados a participar de tudo isso mais direta e intensamente. Com poder de decisão, é bom lembrar.

Biometria

A Justiça Eleitoral realiza amanhã, entre 8 e 13 horas, mais um plantão da biometria nos cartórios e postos de atendimento eleitoral. Mesmo com a biometria não sendo ainda obrigatória em Mogi, o TRE recomenda que os eleitores realizem o procedimento para evitar futuras filas. Para se cadastrar é preciso apresentar documento oficial de identificação, comprovante de residência recente e título de eleitor, caso tenha. Os cartórios eleitorais mogianos ficam na rua Francisco Franco, na antiga sede da UBC.

Pastoral Afro

Seis ônibus vão deixar Mogi das Cruzes, amanhã, rumo à cidade de Aparecida, no Vale do Paraíba. Seus ocupantes integrarão a 23ª Romaria Nacional da Pastoral Afro Brasileira. No Santuário Nacional, às 10h30, todos irão participar da missa afro, que será presidida pelo bispo de Feira de Santana, na Bahia, dom Zanoni Demittino. O ex-vereador Geraldo Tomaz Augusto é um dos organizadores do movimento em Mogi.

No samba

A Acadêmicos do São João realiza uma noitada festiva, a partir das 20 horas de hoje, para apresentação das fantasias piloto e o lançamento do samba enredo para o carnaval de 2020 na cidade.

O samba da escola, de autoria dos compositores paulistanos Rodrigo e Rodolfo Minueto, traduzirá o enredo “No renascer dos sonhos, a Verde e Rosa canta Leonardo da Vinci”.

Tucanagem

Já repercutem, em grupos de professores, nas redes sociais, a decisão do governador João Doria de adotar as cores azul e amarelo como padrões para a pintura de estabelecimentos escolares da rede oficial de ensino paulista. Coincidência ou não, as cores são as mesmas do partido político do governador, o PSDB. Em Mogi, o Chicão, no Mogilar, e o Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceeja), já receberam as novas cores.

Frase

Só jogue no rio (ou no mar) aquilo que o peixe pode comer.

Ziraldo, 87 anos, humorista e desenhista, atualíssimo, após o derramamento de óleo em praias brasileiras

Deixe seu comentário