CASO

Resolvido crime em Itaquaquecetuba

DIÁRIO

Os crimes de homicídio qualificado, tentativa de assassinato e sequestro consumado cometidos em 25 de maio de 2016 contra as vítimas Fábio Augusto Santos de Morais, que foi morto, Iago Allan Botelho de Almeida e Deivison da Cruz Marques, cometidos em um sítio, na rua Lontras, no bairro Chácara das Pedras, em Itaquaquecetuba, foi esclarecido pelo delegado Rubens José Angelo, titular do SHPP (Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa), de Mogi das Cruzes.

Os delitos foram elucidados após investigações e a aplicação de serviço de inteligência. Os acusados que continuavam foragidos ontem, com exceção de um deles, que já morreu, são os seguintes: Emerson Rogério Rodrigues de Moraes, o “Alemão”, Erivaldo Gomes dos Santos, o “Vando”, Keiton Vitorino da Silva (já falecido), Guilherme Matheus do Nascimento, o “Vô” e Igor Carvalho dos Reis, o “Zézão”.

“Descobrimos que os crimes foram motivados porque os autores acreditavam que Fábio e Iago praticaram furto em um bar deles”, disse Rubens Angelo.

O grupo foi sequestrado e levado para uma casa localizada em um sítio, onde Fábio, Iago e Deivison foram agredidos e baleados. Fábio não resistiu aos ferimentos, já os colegas foram internados na ocasião.

Um dos autores dos crimes, Igor, o “Zézão” efetuou dos disparos com uma pistola automática 7.65. O delegado requisitou à a prisão preventiva da quadrilha. A ação policial contou ainda com a participação da escrivão Iris e dos investigadores do SHPP.


Deixe seu comentário