CARTAS

Rio Tietê

Em São Paulo, está ocorrendo uma verdadeira ofensiva popular em favor da despoluição do rio Pinheiros, tradicional curso d’água da Capital. Até mesmo emissoras de rádio estão envolvidas em campanhas para obrigar o governo municipal e também o estadual a tomar medidas que venham a livrar aquele rio de toda a carga poluidora que recebe. Todo esse “auê” já começa a surtir efeito. E já são vistas as primeiras medidas para despoluir o rio. Tal fato me chamou a atenção e, imediatamente, me remeteu ao nosso tão abandonado Tietê. O rio genuinamente paulista, que nasce em Salesópolis e segue até o Paraná, está sujo e abandonado. Ninguém move uma palha para sua despoluição. Está na hora de a cidade começar a gritar para que esse barulho ecoe nos ouvidos dos políticos nos governos estadual e federal, de onde podem vir recursos para melhorar as condições de saneamento nas cidades que são suas principais poluidoras. Entre elas, está a nossa Mogi, com as águas e dejetos dos ribeirões Ipiranga e Negro, além de outros córregos ainda não canalizados ou despoluídos. Até quando a cidade vai suportar isso em silêncio?

Cleide Sóstenes de Oliveira

cleide.oliveira@gmail.com

Deixe seu comentário