CARTAS

Santa ajuda

O flagelo de 25 milhões de desempregados, subutilizados e desalentados, e de milhares de empresas amargando alta ociosidade porque a atividade econômica continua patinando, não deixa de ser uma santa ajuda para nos consumidores verificar uma inflação bem comportada. Como o IPCA de agosto de apenas 0,11%, abaixo de julho de 0,19%, como divulga o IBGE. E no acumulado do ano 2,42%, e, em 12 meses, 3,43%, ou abaixo do teto da meta de 4,25%. Nos itens alimentos e bebidas, houve recuo de preços de 0,35%, passagens aéreas menos 15,66%, e gasolina e óleo diesel também mais baratos. Porém, subiram em agosto 3,85% a energia elétrica, e o etanol em 2,30%. Essa inflação comportada e abaixo da meta, vai permitir ao Banco Central, reduzir ainda mais a taxa básica Selic, hoje, em 6% ao ano, para até 5% em dezembro. O que proporcionará ao governo menor despesa com juros sobre sua enorme dívida pública e beneficiar também custos mais baixo de financiamento para empresas e consumidor final.

Paulo Panossian

paulopanossian@hotmail.com