CARNAVAL 2020

Secretaria de Cultura de Mogi das Cruzes aposta em blocos carnavalescos

ALEGRIA Blocos deverão se apresentar ao som de marchinhas como nos carnavais de antigamente, para entreter participantes e público com o ritmo contagiante. (Foto: divulgação)

A presença dos blocos de rua será uma das novidades do Carnaval de 2020 em Mogi das Cruzes. Para isso, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo faz o cadastramento de grupos que desejam participar da folia de rua. O prazo vai até o próximo dia 17 de janeiro. Podem se inscrever blocos já existentes ou que estejam em formação e que buscam apoio estrutural da Prefeitura para ‘desfilar’ pela cidade, entre os dias 21 e 25 de fevereiro.

Além de inscrever os grupos carnavalescos, a Secretaria de Cultura planeja trazer à cidade blocos da capital paulista. Organiza ainda uma trupe própria que vai percorrer parte do calçadão, saindo do Centro Cultural e seguindo rumo ao Largo do Rosário, ao som de marchinhas carnavalescas.

O objetivo, como destaca o secretário de Cultura e Turismo, Mateus Sartori, é promover um Carnaval seguro, para toda a família e também inserir Mogi das Cruzes no circuito dos carnavais de rua, potencializando o turismo e movimentando a economia da cidade.

A abertura de espaço aos blocos carnavalescos foi discutida em um fórum realizado na cidade. Durante o encontro, os participantes esclareceram que buscam apoio da Prefeitura no sentido de fechar ruas, instalar banheiros químicos, disponibilizar equipes de limpeza, empreendedores de rua e afins.

“Eles não buscam aporte financeiro da Prefeitura e sim um apoio na questão da organização e da segurança do evento, então estamos pedindo primeiramente para que os interessados se cadastrem, pois a partir desse cadastro vamos pensar na programação e de que maneira a Prefeitura poderá contribuir”, comenta Sartori, lembrando, porém, que não serão permitidos carros de som e nem trios elétricos.

Mogi das Cruzes deseja colocar os blocos na rua e se fortalecer nesse tipo de evento que, segundo pesquisas, só vem crescendo no Brasil e, além de atrair e entreter um grande número de pessoas, aquecem a economia, gerando emprego e renda nas cidades.


Deixe seu comentário