ATUALIZADO

Secretário de Esportes de Ferraz de Vasconcelos é executado em frente de casa

O assassinato do secretário da Juventude, Esportes, Turismo e Qualidade de Vida, Francisco Pereira de Brito, conhecido como “Tico”, de 46 anos, da Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos, praticado às 23h10, desta segunda-feira (09), no portão da casa dele localizada na rua José Masi, 221, no Jardim São Giovanni, naquele município, continuava cercado de mistério, no começo da noite desta terça-feira. A Polícia Civil mobiliza o Setor de Homicídios de Mogi das Cruzes e ainda equipes da Delegacia local, visando encontrar os quatro homens, ainda não identificados, que teriam participado do crime.

Francisco chegou em casa pouco antes de ser morto com mais de 20 tiros. Ele foi chamado ao portão e abordado por quatro homens que o eliminaram efetuando disparos. O secretário morreu no local. A família acionou a Polícia Militar que realizou buscas pelas proximidades, mas não encontrou os criminosos.

O delegado João Marcos Noman de Alencar, de plantão na Delegacia Central de Ferraz, realizou os primeiros levantamentos que podem ajudar nas investigações coordenadas pelo delegado titular Rubens José Angelo, do Setor de Homicídios. A Polícia Científica realizou a perícia em buscas de indícios que podem ajudar nas buscas.

A causa do crime ainda é indefinida. A forma como ocorreu a morte do secretário é de execução, mas ainda não foi totalmente descartada a hipótese de ele ter sido alvejado por assaltantes. Apesar disso, os autores nada roubaram.

Estranho

O delegado João Marcos elaborava o boletim de ocorrência sobre o homicídio quando chegou à sua delegacia o motorista de aplicativo Carlos Eduardo Costa Calo, de 38 anos.

Ele estava com o seu VW Space Fox que apresentava manchas de sangue nas portas do lado externo e no banco traseiro.

Segundo Carlos Eduardo relatou à autoridade, ele fez uma corrida par dois passageiros de Poá para Ferraz de Vasconcelos e depois eles lhe mandaram parar, pagaram a tarifa e pouco depois surgiram dois homens armados com pistolas automáticas.

O motorista de aplicativo foi rendido e se tornou refém de um homem armado com uma faca. Os outros ocuparam o seu veículo, mas antes um deles avisou que iriam roubar uma pessoa que “tinha muito dinheiro”.

Após uma hora, os criminosos retornaram ao local e o soltaram, porém antes de irem embora mandaram Carlos Eduardo ficar em silêncio e não avisar a Polícia.

O motorista, no entanto, falou aos policiais que isso não foi possível porque havia manchas de sangue no seu automóvel. Ele explicou ao delegado João Marcos que não sabe dizer o que aconteceu quando os bandidos estavam com o seu Hyundai. “Eles não comentaram nada”, disse Carlos na delegacia, onde também alegou não ter condições de reconhecer os assaltantes que o deixaram com o carro, mas roubaram o seu celular.

Boa gente

A Polícia ouviu durante esta terça-feira familiares e amigos de Francisco e ficou sabendo que o secretário era ‘boa gente’ e aparentemente não tinha inimigos. Neste ano eleitoral, ele pretendia disputar uma vaga a vereador. O seu corpo foi levado para ser velado na Câmara de Ferraz de Vasconcelos.

A assessoria de imprensa do Condemat (Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê) divulgou uma nota de pesar pelo falecimento do secretário Francisco que trabalhava como o prefeito de Ferraz, José Carlos Fernandes Chacon, o “Zé Biruta”, do Partido Progressista.

A nota informa que ‘o secretário Francisco integrava as Câmaras Técnicas de Esporte e Turismo da Condemat e participava ativamente das ações promovidas pelo consórcio.

No último sábado, ele esteve na abertura oficial da 3ª Taça de Futsal, em Salesópolis, e domingo acompanhou a estréia do time, em Ferraz.

“A direção do Condemat o define como uma pessoa “ de jeito simples e extrovertido que estava disposto a recuperar o atraso e buscar o potencial turístico da cidade”.


Deixe seu comentário